Famílias numerosas da Lagoa terão tarifário diferenciado

Agua-de-Pau-vista

A Câmara Municipal de Lagoa está a concluir uma revisão ao seu tarifário de água para assegurar uma maior justiça e equidade, através da criação de um tarifário diferenciado para famílias mais numerosas, que naturalmente consomem mais água e que são prejudicadas ao ser – lhes cobrado um escalão de consumo, cujo custo por m3 é superior.

João Ponte anunciou esta manhã esta medida, aquando da visita ao principal ponto de abastecimento de água à lavoura do concelho, situado na freguesia de Água de Pau, cumprindo assim uma promessa eleitoral, que consiste em adaptar o tarifário de água ao perfil do consumidor, de forma a criar uma tarifa social para agregados numerosos.

Em termos de tarifários de água, João Ponte diz que “esta será uma medida a juntar a outras já implementadas como a redução de 50% da faturação para os portadores do Cartão Municipal do Idoso e o desconto de 20% aplicado às empresas ligadas ao setor do turismo e restauração”.

O edil lagoense defende que a água é um recurso escasso mas fundamental para a vida das populações e, por isso, nos próximos anos serão realizados investimentos que terão em vista assegurar a sua sustentabilidade, para que nunca seja posto em causa o abastecimento de água às famílias e às empresas do concelho.

“Em matéria de água importa também salientar outros indicadores, como a qualidade da água e a sua gestão”, afirmou João Ponte. Por isso, o município continuará, neste mandato, a melhorar o sistema de monitorização da qualidade da água, assim como, implementará um sistema integrado de controlo da rede de abastecimento de água, com reporte em tempo real de todas as ações em dispositivos automáticos, ou com intervenção humana que se desencadearão nos reservatórios e furos de captação de água.

João Ponte acrescentou ainda que será construído um novo reservatório para abastecimento de água na zona da Chã do Rego d’ Água que reforçará a distribuição de água na zona industrial da freguesia do Cabouco.

O presidente da autarquia da Lagoa apelou também ao consumo de água da torneira, visto que esta tem excelente qualidade, é muito mais barata do que a água engarrafada e contribui para a redução da produção de resíduos de plástico.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário