Estudo recente faz pela primeira vez levantamento das políticas alimentares das escolas na UE

(c) direitos reservados

(c) direitos reservados

No âmbito dos esforços da Comissão Europeia para ajudar a reduzir a obesidade infantil, o Centro Comum de Investigação (JRC), que é o serviço científico interno da Comissão Europeia, publicou o primeiro relatório exaustivo sobre as políticas alimentares das escolas na Europa.

Esse estudo mostra que os países europeus reconhecem o importante contributo das refeições escolares para a saúde, o desenvolvimento e o aproveitamento escolar das crianças. Todos os países abrangidos pelo estudo (28 Estados-Membros + Noruega e Suíça) adotaram orientações em matéria de alimentação nas escolas, embora essas orientações variem consideravelmente de país para país.

As medidas nacionais destinadas a promover regimes alimentares saudáveis nas escolas vão desde orientações facultativas, por exemplo para os menus e o tamanho das doses, até à proibição total de instalar máquinas de venda automática ou de vender bebidas açucaradas nas escolas.

DL/RCEP

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário