Log in

Torneio internacional de futebol infantil traz a Ponta Delgada cerca de 4 mil pessoas

© DL

A abertura da 16.ª edição do International Football Tournament – Azores U11, evento organizado pelo Clube União Micaelense, aconteceu esta quinta-feira, 28 de março, no Complexo Desportivo do Lajedo, em Ponta Delgada, ilha de São Miguel. Trata-se de um torneio internacional, que decorre até ao dia 30 de março e que fez deslocar perto de quatro mil pessoas à maior cidade do arquipélago açoriano.  O torneio transforma a cidade da costa sul micaelense, por estes dias, na capital do futebol juvenil.

A iniciativa conta com a presença de 32 equipas, 13 das quais da ilha de São Miguel, duas da Madeira, sete do continente português, três dos Estados Unidos da América, duas da Austrália e uma das Bermudas, do Canadá, de Cabo Verde, de Malta e de Itália.

© DL

O vice-presidente da Câmara de Ponta Delgada, Pedro Furtado, marcou presença na abertura e disse que este é um evento “que já está consolidado a nível internacional, graças ao meritório trabalho desenvolvido por todos os responsáveis desta escola de formação de jovens jogadores” e salientou, ainda, que o torneio “reúne 650 jovens atletas” e que, por isso, se trata de “um verdadeiro orgulho” pela  qualidade que assegura e pelo “inquestionável retorno mediático e turístico que traz para Ponta Delgada e para a região”.

© DL

Este ano o patrono do torneio é João Luís Albergaria, uma das maiores personalidades da história do União Micaelense, sendo uma referência tanto no futebol, como no hóquei em patins, tanto na natação, como no atletismo.

Torneio de Judo na Lagoa recebeu cerca de 230 atletas

© D.R.

O Torneio Cidade de Lagoa Açores teve lugar no Pavilhão Professor Jorge Amaral, no lugar dos Remédios, freguesia de Santa Cruz, no passado dia 16 de março, tendo recebido cerca de 230 atletas.

Para o presidente da Associação de Judo do Arquipélago dos Açores (AJAA), Bruno França, “foi uma verdadeira celebração do judo açoriano, especialmente dedicada aos mais jovens.” Com a organização a cargo do Judo Clube Lagoa Açores (JudoLag), segundo a AJAA, foi “até ao momento a mais participada de sempre nos Açores.”

Integrado no calendário associativo para os escalões de Benjamins a juniores, a AJAA realça que o torneio “marcou um importante marco na estratégia da Associação de Judo do Arquipélago dos Açores em promover uma maior participação dos atletas de todos os clubes em eventos de âmbito local.”

Através de uma abordagem focada na formação base, incluindo Benjamins, Infantis e Iniciados, a associação de judo salienta que procurou “não apenas aumentar a quantidade de participantes, mas também elevar a qualidade e competitividade”.

Uma das medidas adotadas para alcançar esse objetivo foi a criação de um calendário local que considera mais “eficiente” e desenvolvido em colaboração entre a associação e os clubes. No encontro foi, também, estabelecido um regulamento padrão para a organização de provas locais.

Outra iniciativa que a associação considera crucial foi a introdução de um Ranking Associativo para a Formação Base, que permite calcular, com base nas taxas de participação, a atribuição de apoios extras para os clubes participarem em torneios em outras três ilhas: São Jorge, Terceira e São Miguel. Dos 18 torneios considerados, cinco serão comparticipados, com apoio para deslocação dos jovens de ilhas diferentes àquela onde se realiza o torneio.

De acordo com a associação de judo açoriana, a comparticipação “é determinada com base no desempenho dos clubes no “Ranking Associativo AJAA Formação Base”, onde cada clube tem a possibilidade de ser comparticipado. A atribuição das vagas será feita com base nas participações dos clubes nos torneios considerados.

Ultrapassada a idade dos escalões de formação, foi igualmente criado o “Ranking Associativo AJAA Seniores” que abrange os escalões Sub23, Seniores e Veteranos, oferecendo aos atletas a oportunidade de aceder a comparticipações extras com base no seu sucesso competitivo. A organização de torneios é atribuída aos clubes sob proposta dos mesmos.

A AJAA, em comunicado, conclui que o Torneio Cidade de Lagoa Açores “não foi apenas uma competição desportiva, mas sim um símbolo do compromisso da AJAA em promover e desenvolver o judo nos Açores”.