Log in

Exposição de fotografia “Violas dos Açores” em São Jorge

© AJ VIOLA DA TERRA

A exposição de fotografia “Violas dos Açores”, da Associação de Juventude Viola da Terra, foi inaugurada a 2 de outubro de 2021, na Fajã de Baixo, nas comemorações do “Dia da Viola da Terra”, e conta com o registo de violas de oito ilhas dos Açores.

Desde 2021, a exposição tem andado em itinerância pelos Açores, tendo passado pela Graciosa, Terceira e Pico. São Jorge é a quinta Ilha que onde a exposição pode ser visitada, de acordo com nota de imprensa da AJ Viola da Terra.

Em São Jorge, no Atelier de Kaasfabriek, uma antiga fábrica de queijo localizada em Santo António, e que pelas mãos de Pieter e Rini Adriaans se tornou um centro de arte contemporânea, está patente a exposição “Azores Finge São Jorge 2024”, inaugurada por ocasião daquele Festival.

Ao mesmo tempo, a exposição de fotografia “Violas dos Açores” bem com “A arte da construção”, de Raimundo Leonardes, pode ser visitada até agosto de 2024, numa parceria Associação de Juventude Viola da Terra, Atelier de Kaasfabriek e MiratecArts.

Segundo a Associação, esta exposição pretende dar a conhecer os “diferentes modelos de violas na nossa região, bem como a grande riqueza da imaginação dos construtores ao longo dos anos. Muitas das fotografias resultam de registos amadores e em situações de contacto espontâneo com músicos. No entanto, há fotografias que foram tiradas especificamente para a exposição. Também consta da mostra uma fotografia de uma viola de São Jorge com um embutido com um pássaro, abaixo do cavalete, de coleção particular, entre outros registos”.

“A importância destas parcerias com várias entidades tem sido fundamental para continuar o trabalho que a Associação desenvolve de dar a conhecer a riqueza e diversidade do nosso património ligado à Viola e na valorização dos seus construtores”.

Esta exposição integra a “Temporada de Violas da Terra”, promovida pela Associação, e que contará com o concerto “A Viola na Praça”, a 12 de Julho, na Ribeira Quente, Freguesia sede da Associação. A Temporada regressa depois em Setembro com mais eventos.

Associação Viola da Terra celebra Dia da Criança

© D.R.

A Associação de Juventude Viola da Terra vai assinalar o Dia da Criança, a 3 de junho, pelas 18h30, com “A Audição do Dia da Criança” no Salão Nobre da Junta de Freguesia da Fajã de Baixo, com a presença dos Alunos da Escola de Violas da Fajã de Baixo, segundo nota de imprensa enviada pela associação. A entrada é livre, mediante a lotação do espaço.

A audição vai contar com as “habituais apresentações individuais de alguns alunos, bem como momentos musicais por turmas, demonstrando o trabalho desenvolvido nesses contextos ao longo do ano letivo”.

De acordo com o mesmo comunicado, a Associação de Juventude Viola da Terra organiza, desde 2015, Audições Comemorativas do Dia da Criança, com alunos de Escolas de Violas e com algumas participações especiais. As Audições já passaram pela Igreja do Colégio, Salão Nobre do Teatro Micaelense, Conservatório Regional de Ponta Delgada, Junta de Freguesia da Fajã de Baixo e decorreram em formato online por altura da pandemia.

A Escola de Violas da Fajã de Baixo tem funcionado em duas vertentes: curso de iniciação, para os alunos que tiveram o seu primeiro contacto com o instrumento; e curso de continuação, para os alunos que já estavam na escola ou outros que já sabiam tocar o instrumento mas que frequentam a mesma para a continuação de aprendizagens. Os dois cursos funcionam inseridos na educação extraescolar, explica a mesma nota.

No presente ano lectivo a Escola já teve a oportunidade de se apresentar na Audição de Páscoa a assinalar o final de 2.º período, no concerto “Sons no Tempo – Trio Origens e Convidados” e no “Sarau Musical – Viola da Terra e Banjo”. Agora será a apresentação de final de ano, com esta Audição na temática do Dia da Criança.

Segundo a Associação Violas da Terra, “estas audições são importantes para os alunos poderem apresentar as peças em estudo e passarem para a prática fora da sala de aula, numa ambiente sempre acolhedor e para um público de familiares, amigos e público em geral”.

A Audição é organizada pela Associação de Juventude Viola da Terra e Escola de Violas da Fajã de Baixo e conta com o apoio da Junta de Freguesia da Fajã de Baixo na cedência das instalações para as aulas e apoio à organização das audições.

Para além desta Audição, a Associação revela que está a preparar “duas sessões de sensibilização em escolas, com apresentação da Viola da Terra, seu contexto e repertório, bem como momento de experimentação da Viola por parte de alunos, finalizando com a oferta de brindes e de um panfleto informativo sobre a Viola da Terra”.