Log in

“Nenhuma câmara tem competência para criar um centro de saúde”

© DL
pubpub

A comissão política concelhia do PSD da Lagoa entende que a passagem da unidade de saúde a centro de saúde era algo que “os lagoenses há muito necessitavam”, sustentando que “uma unidade de saúde era manifestamente insuficiente” pelo que, agora, “estão reunidas condições para um salto qualitativo e quantitativo nos cuidados de saúde prestados aos habitantes do concelho”.

Os sociais-democratas da Lagoa lembram, em comunicado, que “vários governos e executivos camarários passaram e o centro de saúde nunca foi mais do que uma aspiração”, repudiando, por isso, a “tentativa de aproveitamento político-partidário, a nível local, desta iniciativa da competência única e exclusiva do governo regional”.

“É tão certo que nenhuma câmara municipal tem a competência para criar um centro de saúde, como é certo que nenhuma câmara municipal pode reivindicar para si os louros políticos da criação de um”, pode ler-se na missiva.

O PSD da Lagoa assume mesmo estar “fora deste debate politiqueiro”, preferindo colocar “os olhos no futuro”, assegurando que “tudo faremos para colaborar no sucesso deste equipamento de saúde pública, tão importante para todos nós”.

“Como lagoenses, louvamos a decisão do presidente do governo regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, de avançar numa área onde todos os outros ficaram parados. Estamos prontos para trabalhar com o governo no sentido de transformar em realidade a cidade da Lagoa que os socialistas criaram única e exclusivamente no papel”, finalizam.

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

CAPTCHA ImageCambiar Imagen