Log in

Lagoa adere ao mês da alfabetização e literacias

© CM LAGOA
pubpub

O município da Lagoa associa-se à iniciativa da Associação Nacional de Educação e Formação de Adultos, intitulada “setembro – mês da alfabetização e das literacias”.

Esta iniciativa pretende promover atividades durante o mês de setembro que evidenciam que as questões das literacias básicas, da leitura, da escrita, do digital e da aprendizagem ao longo da vida são fulcrais para se obter uma sociedade livre, justa e solidária em prol do bem-estar e felicidade da comunidade.

Neste sentido, no concelho da Lagoa, será implementada uma prática já muito conhecida, o bookcrossing, que surgiu nos Estados Unidos da América, e que consiste em deixar um livro num local público destinado para o efeito, para que possa ser encontrado e lido por outros e partilhado novamente.

Hoje, 8 de setembro, será partilhado nas redes sociais do município da Lagoa o vídeo com a biografia e as áreas de atuação de Délia Leite, no âmbito do projeto Mosaico de Vidas, dando, assim, a conhecer a sua história e a da comunidade. Saliente-se que a entrevistada foi professora do primeiro ciclo e coordenadora da educação permanente nos concelhos da Lagoa e Vila Franca do Campo.

Já nos dias 18 e 25 de setembro, no auditório Ferreira da Silva e na escola profissional da Lagoa – INETESE, irá decorrer a cerimónia de entrega do prémio municipal de mérito académico aos melhores alunos da escola básica integrada de Água de Pau e da INETESE.

Por seu turno, no dia 19 de setembro, será lançada, a partir das 15h00, no convento de Santo António, a coleção “Collection_03” do projeto “A avó veio trabalhar nos Açores”, que consiste na apresentação dos trabalhos executados pelas quinze avós que fazem parte do projeto e que se inspiraram nas tradicionais figuras de barro, da típica arte bonecreira lagoense.

Assim, essas peças únicas de arte manual serão lançadas ao público, na Lagoa, no presente mês de setembro, e, no mês de outubro, em Lisboa, sendo que os mesmos estarão disponíveis para venda na loja do museu de Lagoa-Açores.

Em Portugal existem mais de trezentos mil adultos analfabetos e mais de dois milhões de pessoas que não compreendem o que leem, sendo, iniciativas como a SMAL importantes para sensibilizar e mobilizar a sociedade civil para o domínio da leitura, da escrita e das tecnologias de informação.

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

CAPTCHA ImageCambiar Imagen