Log in

Governo aloca trinta milhões para a variante das Capelas

© SRTMI

Berta Cabral anunciou que a empreitada da variante às Capelas, que representa um investimento de trinta milhões de euros, por via do PRR, vai arrancar já no próximo ano e, para além dos objetivos específicos, procurará mitigar inundações como as que atingiram várias freguesias do concelho de Ponta Delgada a 20 de agosto.

“O concurso para a obra da variante às Capelas será lançado até final do ano e o governo dos Açores está disponível para apoiar as freguesias afetadas recentemente pelo mau tempo”, referiu.

A secretária regional com a tutela das Infraestruturas visitou as freguesias do concelho de Ponta Delgada afetadas pelo temporal de agosto, reforçando a disponibilidade do governo dos Açores para continuar a apoiar os trabalhos de limpeza, reparação e adaptação necessários.

No decorrer da deslocação às freguesias das Capelas, Santo António, Santa Bárbara, Remédios, Ajuda da Bretanha e Feteiras, Berta Cabral conferenciou diretamente com os respetivos presidentes de junta de freguesia a propósito do sucedido, de modo a avaliar as principais dificuldades e preocupações para o imediato e a prazo.

Através do diálogo foi possível “identificar aquilo que, depois dos grandes trabalhos de limpeza, ainda possa haver e que cirurgicamente precisa de apoio. Estamos disponíveis para colaborar com os presidentes de junta, através de protocolos, para todos juntos acudirmos às situações que estão para ser resolvidas”, afirmou.

A governante alertou, ainda, que “durante todo o ano, todos têm de assumir a sua responsabilidade na limpeza das matas, no arroteio das pastagens, no desvio das linhas de água normais – a água quando é desviada encontra outro curso e segue de qualquer maneira”. “Tudo aquilo que virmos que pode influir nas alterações climáticas, temos de evitar, temos de prevenir”, reforçou.

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

CAPTCHA ImageCambiar Imagen