Log in

8ª Edição do Festival “O Mundo Aqui” organizado pela AIPA

transferir

Nos próximos dias 25 e 26 de novembro (sexta e sábado), a Associação dos Imigrantes nos Açores – AIPA – promove na Academia das Artes, em Ponta Delgada, mais uma edição do Festival “O Mundo Aqui”.

Segundo uma nota enviada à nossa redação, o evento pretende celebrar a diversidade cultural e promover a interculturalidade com música, dança e gastronomias do mundo.

Na vertente gastronómica, a tenda “Sabores do Mundo” terá pratos e petiscos de Angola, Brasil, Cabo Verde, haverá ainda uma barraquinha “Sabores do Oriente” e outra do projeto “Tu existes, Tu contas”. Os stands são da responsabilidade de imigrantes residentes na Região e estarão abertos, durante os dois dias, para almoço e jantares. Salienta-se que está implementado o Sistema de Higiene e Segurança Alimentar nas tendas gastronómicas.

Tal como nas edições anteriores, o Festival tem vindo a privilegiar um verdadeiro palco de cruzamento cultural, proporcionando espaços de valorização da cultura açoriana, dando oportunidade de divulgação de artistas imigrantes residentes na região e propiciar o conhecimento de talentos provenientes de outros espaços geográficos.

Assim, esta 8ª edição tem programados 9 espetáculos de música e dança dos Açores, Ucrânia, do Oriente e África.

A inauguração do Festival “O Mundo Aqui” acontecerá na sexta-feira, 25 de novembro, às 18h00, na Academia das Artes. A partir das 21h30, as sonoridades do Leste da Europa abrirão o palco, com o duo ucraniano Oleksandra Turyk & Volodymyr Rvuchenko. A cantora e o músico irão apresentar o projeto “Rozmai”. Criado em 2009, este duo ganhou grande popularidade entre os imigrantes de diversas zonas do continente.

Do repertório, fazem parte músicas folk e pop ucranianas e, ainda, poesia humorística escrita pelo músico Volodymyr.

De seguida, às 22h30, os anos 80 esterão representados com o espetáculo do músico cabo-verdiano Jaime Goth, Banda “Stress” e Amigos. Uma oportunidade para relembrar e recriar a primeira açoriana a tocar músicas do mundo, onde se inclui os estilos africanos, reggae, latina e Rock. A banda “Stress” deu origem, mais tarde, à banda “Amadeus” que nos anos 90 gravou o tema “Nas Portas da Cidade”, letra e música de Jaime Goth, o primeiro grande sucesso da música pop rock contemporânea.

A noite prossegue com atuação do imigrante, também cabo-verdiano, Miguel Oliveira e terminará com uma “Noite de Kizomba”.

No sábado, dia 26, as atuações iniciam às 18h00 com os “Streetdancers”, um grupo de jovens dançarinos da Associação Solidaried’Arte.

À noite, a partir das 21h00, haverá mais um momento de dança com o espetáculo de Susana Amira. Professora, coreógrafa e bailarina, foi a única portuguesa a participar numa grande produção de Hollywood sobre a vida do Faraó Tutankamon. Promete-nos um contagiante espetáculo a solo de dança oriental.

Depois, o músico guineense, Ciro Costa, residente nos Açores, transportará a plateia para os sons quentes de África. Pelas 22h30, o palco será do jovem talento, Sara Cruz. Com uma inconfundível voz e de guitarra ao peito, a cantora açoriana partilhará com os presentes o seu mundo interior e a sua dedicação à música.

A encerrar a 8ª edição do Festival “O Mundo Aqui”, teremos ritmos da natureza e sons do mundo com a banda “Terra Livre”. O grupo, composto por 6 músicos multi-instrumentistas, nasceu em Sintra no ano de 2010. Com raízes no reggae/dub, gnawa, do afrobeat ao soukous, passando por diversos ritmos afrobrasileiros, a banda promete um momento vivo de celebração. “Ao ritmo da pulsação da Terra, chegamos ao êxtase da pura e simples alegria de viver, sem fronteiras, numa “Terra Livre””.

No âmbito do Festival “O Mundo Aqui, decorrerão ainda, no sábado, diversas atividades paralelas: um showcooking de cozinha vegetariana com Oksana Zagoruy (autora do projeto “Dicas da Oksi”), a decorrer às 15h00, na Academia das Artes. De seguida, pelas 16h00, haverá uma tertúlia sobre o Veganismo, orientada por Jéssica Pacheco, da Associação Vegana dos Açores.

Por fim, no campo da dança, está programado um workshop de iniciação à dança oriental, ministrado por Susana Amira e a decorrer às 16h30, no ginásio da Escola Roberto Ivens. 

DL/Aipa

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

CAPTCHA ImageCambiar Imagen