Log in

“Tromba de água” na Ribeira Grande

Fortes chuvas abateram-se sobre o concelho da costa norte da ilha de São Miguel. O fenómeno meteorológico conhecido por “tromba de água” fez as ribeiras transbordarem. Cerca de 20 famílias tiveram que ser realojadas

Chuva torrencial faz ribeiras transbordar na Ribeira Grande

Cerca de 20 famílias tiveram que ser realojadas devido aos danos provocados nas moradias

© DL

Fortes chuvas abateram-se sobre o concelho da Ribeira Grande, na ilha de São Miguel esta segunda-feira, 3 de maio. O fenómeno meteorológico conhecido por “tromba de água” fez as ribeiras transbordarem e causou estragos em casas e viaturas.

Segundo declarações do presidente da Câmara Municipal, Alexandre Gaudêncio, há 20 famílias desalojadas e dezenas de carros arrastados pela força das águas. Maioria das famílias foram realojadas em casa de familiares.

Em nota de imprensa enviada às redações, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores avança que foram registadas 43 ocorrências, todas no concelho da costa norte da ilha de São Miguel. As freguesias da Matriz e Ribeirinha foram as mais afetadas.

A autarquia ribeiragrandense, em comunicado na sua página de Facebook, refere também que as “enormes e anormais quantidades de pluviosidade” percorreram as “duas linhas de água das ribeiras da Ribeira Grande e da Ribeirinha, cujos detritos aí existentes provocaram a sua obstrução e transbordo dos mesmos para a via pública arrastando, causando danos materiais em viaturas e moradias”. Não há registo de vítimas.

O Diário da Lagoa esteve no local e registou algumas imagens. Veja aqui.

Torre Sineira da Igreja da Matriz com novo concurso para obras

© DL

A Câmara Municipal de Ponta Delgada vai lançar um novo concurso público para as obras de reabilitação da Torre Sineira e da balaustrada da Igreja da Matriz, anunciou esta segunda-feira, 27 de maio, a autarquia do maior concelho açoriano.

De acordo com nota de imprensa enviada às redações pela autarquia de Ponta Delgada, o primeiro concurso, lançado em maio de 2023, ficou deserto, e o segundo, realizado no passado mês de abril, reuniu apenas uma proposta, com um valor acima do preço-base apresentado, o que obriga à abertura de um terceiro procedimento concursal.

A obra contempla intervenções distintas, implicando, primeiro, a concretização do projeto de reabilitação e reforço da Torre Sineira, e, depois, do projeto de reabilitação da balaustrada de pedra.

O primeiro concurso público foi lançado por um preço base de 95 mil euros e o segundo por 165.360 euros.

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Estrela reabre ao culto a 12 de maio

© IGREJA MATRIZ RIBEIRA GRANDE

A igreja Matriz de Nossa Senhora da Estrela, na Ribeira Grande, reabre ao culto a 12 de maio, após cerca de quatro anos fechada para profundas obras de recuperação, restauro e conservação. A missa de reabertura do templo está agendada para as 16h00 e será celebrada pelo bispo de Angra, D. Armando Esteves Domingues.

Do programa festivo consta ainda uma conferência subordinada ao tema “Como reconstruir uma igreja”, agendada para 15 de maio e, no dia 25, a Sinfonieta de Ponta Delgada dará um concerto comemorativo da reabertura no local. Também está previsto que as celebrações de Nossa Senhora de Fátima, a 13 de maio, já ocorram na igreja Matriz de Nossa Senhora da Estrela.

Ao longo dos últimos quatro anos – fechada ao culto desde 2020 – a igreja foi alvo de obras de recuperação, restauro e conservação, num total de investimento que ascende aos dois milhões de euros.

As intervenções efetuadas foram desde a substituição da cobertura interior à recuperação dos tetos interiores que já davam sinais de poder desabar e restauros da capela de Nossa Senhora da Estrela, dos altares de São Miguel, de Nossa Senhora da Aflição e de Nossa Senhora da Piedade.

Também foram intervencionados os altares de São João, dos Reis Magos, do Sagrado Coração de Jesus e de Santo Antão, Santo António e de Nossa Senhora da Soledade, sendo que os do Santíssimo e do batistério ficarão para mais tarde, já após a reabertura da igreja ao culto, uma vez que são altares isolados, com porta, que podem ser restaurados sem comprometer o normal funcionamento da igreja.

Os trabalhos realizados incluíram a substituição do soalho, pinturas de murais, paredes interiores e anexos e uma nova sacristia, à entrada do templo, no lado oposto ao arquivo. A sacristia primitiva dará lugar a uma sala-museu.

O órgão, que já havia sido recuperado, foi tapado para não sofrer quaisquer danos com as obras em curso, sendo que agora que estão a terminar será retocado e aspirado. Os trabalhos de retoque serão ao nível das madeiras e talha dourada, acompanhados pelo organista de modo a garantir que o órgão esteja operacional aquando da reabertura da igreja.

Esta é uma empreitada orçada em cerca de dois milhões de euros, sendo que sessenta por cento é suportado por investimento público e os restantes quarenta por cento são da responsabilidade da Igreja. Em donativos, já foram angariados quase 300 mil euros e está em curso uma campanha na plataforma GoFundMe cujo objetivo é angariar 25 mil euros.

Junta de Freguesia da Matriz investe em campo de basquetebol

© JF RIBEIRA GRANDE – MATRIZ

O presidente da junta de freguesia da Ribeira Grande – Matriz, André Mendonça, marcou presença na cerimónia de inauguração das obras de requalificação do polidesportivo da freguesia, agora convertido em campo de basquetebol.

“A ideia de reconverter o polidesportivo num campo de basquetebol nasceu do professor João Santos, residente na Matriz, que acolhemos de bom grado”, realçou André Mendonça. O presidente da junta de freguesia da Ribeira Grande – Matriz, acrescentou que “é nosso intuito trabalhar para e com as pessoas para proporcionar melhores condições aos residentes e a quem nos visita.”

O polidesportivo da Matriz, agora campo de basquetebol ao ar livre, é uma obra que permitiu recuperar um anterior espaço desportivo que se encontrava degradado e com pouca utilização. Aproveitando a intervenção realizada, foi montando um circuito de manutenção física no terreno adjacente.

“O campo de basquetebol e o circuito de manutenção são alternativas desportivas que colocamos à disposição da freguesia. São mais dois equipamentos que ficam à disposição dos nossos jovens pois estamos convictos que investir no desporto é o caminho a seguir tendo em vista o objetivo comum que é oferecer-lhes alternativas saudáveis que os possam manter afastados de outros malefícios”, salientou André Mendonça.

O presidente deixou a porta aberta a novas parcerias com os munícipes e deixou o exemplo do skate park: “Estamos disponíveis para acolher novos projetos que a população gostasse de ver concretizados e exemplo disso é a construção do skate park, proposta por um residente na Matriz, na qual já estamos a trabalhar de modo que esteja concluída dentro de alguns meses.” As obras de reconversão do polidesportivo da Matriz em campo de basquetebol e a construção do circuito de manutenção tiveram um custo de 50 mil euros e contaram com o apoio da câmara da Ribeira Grande através da celebração de contrato interadministrativo.

DL