Log in

“Soldados da Paz, no feminino!” patente na Praça do Município de Ponta Delgada

© CMPD

A Praça do Município em Ponta Delgada é palco da exposição “Soldados da Paz, no Feminino!” que vai estar patente até ao final de agosto, no âmbito da comemoração do 142º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada (AHBVPD), anunciou hoje a autarquia daquele concelho.

De acordo com nota de imprensa enviada às redações, o “tema da mostra é, como o próprio nome indica, a Mulher Bombeiro.”

“As fotografias foram tiradas no âmbito da comemoração do Dia Internacional da Mulher e visam dar a conhecer algumas das bombeiras que fazem desta a sua missão de vida: Vida Por Vida, a Bem da Humanidade”, refere a autarquia em comunicado.

Segundo a presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, “as fotos aqui expostas são uma merecida e justa homenagem às mulheres que colaboram com esta Associação que, ao longo dos anos, tem sabido acompanhar as mudanças sociais e culturais, eliminar barreiras no acesso a esta atividade e integrar a diversidade”.

“Não obstante os progressos alcançados na promoção da igualdade de género, persistem ainda hoje hábitos enraizados de resistência à promoção e respeito pela não discriminação em função do género, razão pela qual cabe não só ao poder público, mas também às instituições e organizações da sociedade civil, continuar este trabalho”, realça a autarca.

“Ponta Delgada foi uma das primeiras autarquias de todo o país a celebrar um protocolo de cooperação com a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, logo em junho de 2019, na origem do Plano Municipal para a Igualdade e a Não Discriminação de Ponta Delgada 2020-2023”, acrescenta ainda a presidente do município.

Na ocasião, o presidente da AHBVPD, João Paulo Medeiros, referiu que a exposição pretende assinalar, de uma forma diferente, os 142 anos da associação.

“Este é um mundo de permanente disponibilidade de serviço, em prol do outro, de dedicação e entrega à comunidade. Felizmente que deixou de ser uma missão exclusiva de homens, sendo que as mulheres desempenham hoje, por mérito e capacidade próprias, um lugar onde impera a igualdade, o companheirismo e sobretudo o humanismo no relacionamento com o outro, com o mais frágil”, disse o presidente da associação.

Em exposição estão 30 fotografias da autoria do fotógrafo amador Mário Fragata. O fotografo é natural da freguesia dos Mosteiros e reside nos Ginetes há vários anos tendo “como grande paixão a fotografia e a Proteção Civil”.

DL

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CAPTCHA ImageChange Image