Log in

Ribeira Chã assinala Dia Internacional dos Museus com visitas guiadas e encontro com Teófilo Braga

© CM LAGOA
pubpub

A freguesia da Ribeira Chã, Lagoa, vai assinalar o Dia Internacional dos Museus, na próxima sexta-feira, a 17 de maio, anunciou a Câmara Municipal da Lagoa. O tema central será “Museus para a Educação e Investigação”.

O programa inicia-se pelas 15h30 daquele dia, com uma visita guiada ao Núcleo Museológico da Adega e ao Núcleo Museológico da Agricultura, ambos situados no Quintal Etnográfico freguesia da Ribeira Chã. Os participantes vão ser acompanhados pelos técnicos dos respetivos núcleos museológicos, de acordo com o mesmo comunicado.

A autarquia lagoense destaca do programa a “Conversa no Quintal”»” com Teófilo Braga, “que irá salientar o endemismo açórico e as plantas usadas na medicina popular do Quintal Etnográfico cujo projeto, da autoria do padre João Caetano Flores”, considerado uma «iniciativa pioneira a nível regional”.

Na sua conversa, o autor vai mencionar as plantas existentes no Quintal Etnográfico em 2024 – comparando com as existentes em 2005 – e as suas propriedades medicinais. Assim, os presentes irão conhecer as propriedades do alecrim, arruda, erva-cidreira, erva-príncipe, funcho, hortelã-pimenta, macela, maria-luísa, poejo, entre outras.

Após a visita aos núcleos museológicos e a palestra de Teófilo Braga, os participantes poderão desfrutar de um piquenique ao ar livre, com prova de chá, “proporcionando o usufruto de um momento de convívio e descontração ao ar livre entre todos”.

O evento é dirigido ao público em geral, sem necessidade de qualquer inscrição ou marcação, segundo a autarquia.

Teófilo Braga, professor de profissão, é autor de vários livros, tais como “As plantas medicinais na medicina popular”, ou “«”Árvores dos Açores – Ilha de São Miguel”»”, e possui um mestrado em educação ambiental.

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.