Log in

Programa do Azores Fringe Festival chega à ilha do Corvo 

© MIRATECARTS

O festival internacional de artes “Azores Fringe” chegou à ilha mais pequena dos Açores, o Corvo. Filmes, contos, trabalhos em tricô e madeira, pesquisa e intervenções sociais e educacionais fazem parte da agenda, e ainda visitas turísticas para o grupo de participantes que voaram até ao Corvo, segundo nota de imprensa da MiratecArts, promotora do festival.

O Projeto Tricô da MiratecArts voou do Pico ao Corvo, e algumas das participantes pisaram a ilha pela primeira vez. Um programa de aprendizagem, em parceria com Rosa Mariana Mendonça, do Artesanato do Corvo, “viu algumas das tricotadeiras completarem a sua mini Barreta do Corvo, depois de uma bela viagem à cratera do vulcão, o Caldeirão” lê-se, no mesmo comunicado. 

Terry Costa, fundador do Azores Fringe, dinamizou a hora de conto e o David T.P., das Aparas de Madeira e Associação Corvo Vivo deu um workshop para comemorar o Dia da Criança. O Ecomuseu do Corvo, na Casa do Tempo, apresentou a já anual sessão de filmes curtas de animação, SHORTS@FRINGE. 

Uma visita de conversa e partilha ao Lar da Santa Casa da Misericórdia, e ainda visitas turísticas a conhecer os espaços culturais da ilha foram apoiados pelo Município. 

Ainda antes de se despedir da ilha, Terry Costa visita todos os níveis escolares, hoje, segunda-feira, três de junho, com apresentações dos livros da coleção de grande porte ilustrado da editora Néveda Ent., em colaboração com a Câmara Municipal da Vila do Corvo, que proporciona um livro a cada criança da ilha.

As histórias de Terry Costa, “Néveda nas Américas” ilustrado por Vera Bettencourt, e “Música, Maestro!” ilustrado por Sara e Ivo Baptista, estão em destaque nestas intervenções. “Um fim de semana bem recheado de programa Fringe na ilha mais pequena,” admite Terry Costa. “É sempre um prazer vir ao Corvo, uma das mais acolhedoras ilhas dos Açores. Adoro o Corvo e suas gentes. E fico muito feliz quando participam em algo que ainda não conhecem. Isto é Fringe!”, disse o promotor, citado no mesmo comunicado.

Enquanto alguns artistas continuam os seus projetos de desenvolvimento, o Fringe abre a programação em São Jorge, no próximo fim de semana, e continua com programa semanal na ilha do Pico.

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.