Log in

Pessoas sem-abrigo em Ponta Delgada vão ser apoiadas

© VPGRA

O Governo dos Açores e a Câmara de Ponta Delgada deram o “primeiro passo” para a implementação do programa Habitua-te, uma resposta “ambiciosa” que visa dotar os sem-abrigo de competências para “saírem da rua”.

“O primeiro passo para a sua implementação foi dado. Agora daremos início, durante o ano 2024, à sua preparação técnica”, referiu o vice-presidente do governo em declarações à comunicação social.

Artur Lima acrescentou que “o programa Habitua-te, que será trabalhado entre técnicos da Câmara de Ponta Delgada e da vice-presidência do Governo dos Açores, visa dotar os sem-abrigo de competências para que possam sair da rua”, ao nível da higiene pessoal, alimentação e acesso a habitação.

Segundo o governante, trata-se de um “programa holístico” que será feito em “parceria com quem está no terreno”, designadamente o “poder local” que “está mais próximo das populações”.

De acordo com Artur Lima, a experiência-piloto deste programa será realizada em Ponta Delgada, em parceria com a câmara municipal, sendo que há a possibilidade de o mesmo ser alargado a outros concelhos.

Na ocasião, Artur Lima referiu ainda que a vice-presidência do governo aguarda as conclusões de um estudo de caracterização dos sem-abrigo em todas as ilhas dos Açores, que se espera “divulgar dentro de dois ou três meses”.

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.