Log in

Bolieiro defende que a “sustentabilidade não pode dispensar a agricultura”

© JOÃO FREITAS/GRA

José Manuel Bolieiro salientou que a ideia de um arquipélago sustentável não pode dispensar a agricultura, uma atividade de futuro, que tem ganho com novas tecnologias e modernização de vários elementos.

“É minha profunda convicção que uma ideia global de sustentabilidade não prescinde da agricultura. A agricultura não é uma atividade do passado: tem história, é rigorosa na prioridade do presente, mas tem muito futuro”, integrando as políticas estratégicas do atual governo, prosseguiu.

O presidente do governo falava na sessão solene comemorativa do 45.º aniversário da cooperativa Agrocapelense, no concelho de Ponta Delgada, na qual dirigiu-se, entre outros, ao presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, sublinhando que o turismo é um “elemento decisivo” para a agricultura, até porque “garante exportação sem custos de transporte”.

Na sessão solene decorreu ainda uma homenagem aos sócios fundadores da cooperativa Agrocapelense e foi apresentado um livro sobre a instituição, da autoria de Carmen Costa.

“Faço votos para que a cooperativa e a sua missão tenham mais futuro que passado. É isso que mobiliza a governação estratégica da região e de todas as instituições que fazem parte da nossa sociedade”, concretizou José Manuel Bolieiro, que defendeu, para entidades do género, a “importância da profissionalização da gestão”.

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CAPTCHA ImageChange Image