Duarte Freitas assume ambição de “salvar a SATA”

© GRA/MIGUEL MACHADO

O secretário regional das Finanças, Duarte Freitas, foi claro: “Sem a privatização do ‘handling’ e de 51% da Azores Airlines, Bruxelas não aceitaria a ajuda financeira. A questão já não se põe no plano do que alguém quer, mas no plano do que temos de fazer para salvar a SATA Air Açores”, frisou durante o plenário da Assembleia Legislativa Regional.

Duarte Freitas salientou que “para manter os dedos é preciso perder os anéis” e deixou claro que a privatização de 51% visa “cumprir os requisitos de contribuição significativa da UE”. E atirou: “Mas a culpa não é deste governo. A culpa é do PS. Vamos salvar a SATA das garras do vosso prejuízo”, disse o governante durante o debate de urgência agendado pelo Bloco de Esquerda sobre o plano de reestruturação da SATA.

Quanto às ligações de e para o exterior a partir das ilhas do Faial, Pico e Santa Maria, Duarte Freitas lembrou que existe “um compromisso público do primeiro-ministro para rever as obrigações de serviço público, para que não signifique prejuízo para quem opera essas rotas.” “Vamos conseguir que a região deixe de atirar dinheiro para um problema sem fim criado pelo PS”, frisou.

De acordo com o secretário regional, o próximo passo é “a decisão final e formal da Comissão Europeia”, depois do que o executivo vai, “em resolução do Conselho do Governo, passar para o normativo da região o entendimento quanto à SATA”. Segue-se a “reorganização societária” e a garantia de “que a SATA Air Açores fica isolada de contactos negativos da Azores Airlines.”

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário