Discotecas continuam fechadas e bares encerram às 22h em São Miguel até 9 de setembro

FOTO DL

O comunicado do Governo dos Açores foi divulgado esta terça-feira, 1 de setembro.

O executivo açoriano diz que “mantém-se ativa uma cadeia de transmissão local do vírus SARS-CoV-2 com incidência nos concelhos de Ponta Delgada e Vila Franca do Campo, o que aconselha a manutenção das medidas já determinadas para a ilha de São Miguel”.

Com a abertura das ligações aéreas do exterior às ilhas de Santa Maria, São Miguel, Terceira, Pico e Faial, “continua a justificar-se a prorrogação da declaração da situação de calamidade pública nessas ilhas, bem como a prorrogação da situação de alerta nas ilhas Graciosa, São Jorge, Flores e Corvo”, esclarece o comunicado.

Entre a meia noite de hoje e a meia noite do dia 9 de setembro, mantém-se encerrados discotecas. Os bares e outros estabelecimentos de bebidas encerram a partir das 22h.

Os postos de abastecimento de combustível também mantêm as restrições anunciadas há 15 dias. Entre as 22h e as 6h da manhã só podem funcionar exclusivamente para abastecimento e venda de combustível.  

O Governo dos Açores recomenda ainda “às autarquias locais da ilha de São Miguel a sinalização, junto das forças de segurança e entidades inspetivas competentes, dos estabelecimentos que não cumpram com as regras previstas no número anterior, bem como com as que decorram de orientações da Autoridade de Saúde Regional”.

As ilhas de Santa Maria, São Miguel, Terceira, Pico e Faial mantêm o estado de calamidade pública até 15 de setembro. 

Graciosa, São Jorge, Flores e Corvo mantêm a situação de alerta até à mesma data, 15 de setembro.  

Para os “navios de cruzeiros e iates provenientes de portos internacionais, deve ser promovida a normalização da atracagem desses navios nos portos e marinas do arquipélago, desde que os respetivos passageiros façam teste à chegada, salvo se a Autoridade de Saúde Regional assim o dispensar atendendo ao tempo de viagem sem escalas e à ausência de sintomatologia”, refere o comunicado.

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário