Diretor Regional da Saúde destaca papel dos Açores na visão progressista no que concerne à definição das políticas de saúde

O Diretor Regional da Saúde destacou, em Oeiras, o progresso e resultados alcançados no Serviço Regional de Saúde, desde a sua criação até à atualidade, em prol do utente.

Tiago Lopes, que falava no C-Health Congress, numa mesa redonda subordinada ao tema “O circuito dos doentes no sistema de saúde – Interoperabilidade na saúde: envolver pacientes, famílias e profissionais de saúde”, referiu como exemplos o decréscimo da taxa de mortalidade infantil nos Açores, sendo atualmente a mais baixa do País, a Telemedicina e a disponibilização de nutricionistas e médicos dentistas em todos as Unidades de Saúde de Ilha da Região.

Na ocasião, o Diretor Regional referiu-se aos sistemas de informação e monitorização, para salientar que o desafio atual “consiste em as unidades de saúde deixarem de trabalhar com indicadores de processo para passarem a objetivar indicadores de resultado”.

Segundo Tiago Lopes para uma efetiva gestão do percurso do cidadão no sistema de saúde é necessária a integração de cuidados e de setores, bem como a colaboração e complementaridade de todos os serviços, privilegiando o trabalho em equipa.

Tiago Lopes deu ainda o exemplo da Estratégia Regional para o Combate à Pobreza e Exclusão Social, implementada na Região, como o caminho a seguir em detrimento de planos de saúde genéricos, demasiado abrangentes, sem atender às especificidades locais.

O Diretor Regional defendeu que será na senda da integração de cuidados, na integração de setores, na promoção da literacia em saúde e no estabelecimento de planos individualizados e de planos locais de saúde que se reforçará a melhoria do percurso do cidadão no sistema de saúde.

DL/Gacs

Categorias: Regional, Saúde

Deixe o seu comentário