Dia Internacional dos Monumentos e Sítios assinalado online nos Açores

Foto: DR

Este sábado, 18 de abril, o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios está a ser assinalado através de diversas iniciativas promovidas pelos museus dos Açores através das plataformas de comunicação digital.

Com o tema “Património Partilhado – culturas partilhadas, património partilhado, responsabilidade partilhada”, as iniciativas decorrem online, devido ao atual encerramento ao público destas instituições.

Em São Miguel, o Museu Carlos Machado promove, aos sábados, durante um mês, a apresentação de duas “Peças em Diálogo”, nomeadamente uma peça do museu e uma obra de arte contemporânea, sendo o Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas parceiro desta iniciativa, que marca presença no website e nas redes sociais do Museu Carlos Machado. 

O Museu Carlos Machado vai ainda partilhar o episódio do programa da RTP/Açores “Casa do Tempo” que aborda a peça “Maquete das Plantações de Chá Seara”, mostrando o chá como um dos aspetos identitários do património da ilha de São Miguel.

Na Terceira, o Museu de Angra do Heroísmo promove a iniciativa “Eu sou MAH!”, na qual os colaboradores e frequentadores são convidados a comentar a publicação criada para o efeito na página de Facebook da instituição alusiva a este Dia Internacional com a frase “EU sou MAH!” e acrescentando uma fotografia sua de um momento vivido no Museu de Angra do Heroísmo em que sentiram ser parte ativa na realização da sua missão de guardião da memória da comunidade, promotor de cultura e centro difusor de conhecimentos e vivências.

O Museu de Santa Maria disponibiliza no seu sítio online uma visita virtual, recorrendo às fotografias dos seus espaços. Este museu, rico em cerâmicas de produção local, dispõe ainda de um conjunto de outras cerâmicas que chegaram à ilha por intermédio dos emigrantes, destacando-se neste trabalho o talhão para acondicionar o trigo, que foi, durante um longo período, sustento da economia da ilha.

O Museu da Graciosa adere às comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios com a partilha da visita virtual ao museu, enquanto no Museu do Pico a data é assinalada com a partilha, no site e nas redes sociais, do documentário do produtor e realizador picoense, residente no Canadá, Bill Moniz, intitulado “A Lenda das Ribeiras”.

Em São Jorge, o Museu Francisco de Lacerda adere às comemorações com a iniciativa “O Património das Manadas – cultura partilhada”, que consiste na produção de um vídeo de toda a arte sacra da Igreja de Santa Bárbara, nas Manadas, e a sua explicação histórica e artística.

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios foi aprovado pela UNESCO em 1983, tendo como objetivo aumentar a consciência pública relativamente à diversidade do património e aos esforços necessários para a sua proteção e conservação.

DL/GaCS

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário