Detidos dois homens e uma mulher na Lagoa

© D.R.

A Polícia de Segurança Pública (PSP), da esquadra da Lagoa deteve dois homens e uma mulher em flagrante delito, de 32, 24 e 22 anos, respetivamente, na freguesia de Santa Cruz, pela presumível autoria de um crime de introdução em lugar vedado ao público.

De acordo com nota de imprensa enviada pelo comando regional da PSP dos Açores, as detenções ocorreram após várias reclamações devido ao fluxo anormal de toxicodependentes que se deslocavam para o interior de uma moradia situada em Santa Cruz, concelho da Lagoa, com o propósito de “ali consumirem e traficarem produto estupefacientes, praticar atos de prostituição e outras incivilidades”, avança a PSP.

Segundo a força policial, o sucedido estava a provocar forte constrangimento e indignação junto dos moradores locais, devido às constantes provocações verbais, ameaças e atitudes violentas por parte dos mesmos indivíduos.

A PSP revela que os detitos estavam “perturbando e assustando deste modo quem circulava pelas ruas adjacentes, em articulação com os proprietários do referido imóvel”, tendo, por isso, sido planeada e executada uma operação policial que permitiu localizar e intercetá-los no interior da moradia.

Em comunicado, o comando regional relembra e esclarece, ainda, que atendendo à natureza do crime de introdução em lugar vedado ao público, para que o processo se inicie é sempre necessário que o titular do direito de queixa manifeste a sua intenção de procedimento criminal.

Os detidos depois de presentes à autoridade judiciária competente ficaram sujeitos a termo de identidade e residência, e à obrigação do cumprimento da injunção de proibição de frequentar aquele espaço.

Categorias: Local

Deixe o seu comentário