Detido suspeito de crime e tráfico de droga em Água de Pau

© DL

A Divisão Policial de Ponta Delgada, através da Brigada de Investigação Criminal – BIC, da esquadra de Lagoa, deteve, em flagrante delito, um homem de 49 anos, na vila de Água de Pau, do concelho de Lagoa, indiciado, em concurso, pela presumível prática do crime de tráfico de droga, e detenção de arma proibida e crime cometido com arma.

De acordo com nota de imprensa enviada às redações pelo Comando Regional da PSP, a detenção ocorreu no âmbito de uma investigação a cargo da BIC de Lagoa e dirigida pelo Ministério Público de Ponta Delgada. Foram recolhidos “vários elementos de prova que apontavam para um quadro de insegurança e intranquilidade em plena praça de Água de Pau, sendo notório um fluxo anormal de toxicodependentes que indiciavam a ocorrência de tráfico de droga nessa zona”, refere a PSP.

Decorrente das várias diligências efectuadas pelos investigadores da PSP, as quais levaram à realização de uma operação policial para cumprimento de uma busca domiciliária no centro da referida freguesia, foi possível detetar e apreender cerca de 250 doses das novas substâncias psicoactivas, vulgarmente conhecidas por drogas sintéticas, liamba e uma arma de abertura automática, que de acordo com as suas características, grau de perigosidade, fim a que se destina e a sua utilização é suscetível de ser classificado como arma da classe A.

Segundo a força de segurança, os resultados da operação policial desenvolvida coligados com os factos delituosos apurados ao longo da investigação “permitirão restabelecer a ordem, segurança e tranquilidade pública legitimamente exigida pelos residentes e frequentadores de uma das praças mais movimentadas da ilha de São Miguel e, consequentemente, atenuar o cenário de insalubridade, decadência social e degradação da condição de saúde representada pelos diversos consumidores destas substâncias que, diariamente, circulam nesta zona de acentuado e reconhecido fluxo de pessoas”.

O detido foi presente perante a Autoridade Judiciária competente, tendo-lhe sido aplicado a medida de coação de apresentações bissemanais na esquadra da sua área residencial.

O Comando da PSP dos Açores adianta ainda que os resultados da investigação assumem especial importância em virtude de se revelarem um importante contributo para o restabelecimento da ordem, segurança e tranquilidade pública na vila de Água de Pau, “localidade frequentemente atingida pelo flagelo inerente ao consumo e tráfico de estupefacientes”.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário