Desemprego nos Açores desce 13 por cento em abril

Segundo anunciou a Diretora Regional do Emprego e Qualificação Profissional, as políticas ativas do Governo estão comprometidas na criação sustentável de emprego nos Açores, assente nas oportunidades que os setores da economia verde e da economia azul oferecem no contexto do desenvolvimento de uma economia regional ultraperiférica.

Paula Andrade, que falava à margem de uma reunião de trabalho do GROW RUP, salientou que a reunião visou a elaboração do plano de ação a ser desenvolvido entre 2019 e 2021, e contou com a contribuição de diferentes instituições, consideradas parceiras essenciais, no âmbito do programa Interreg GROW RUP.

A Diretora Regional afirmou que o projeto GROW RUP pretende apoiar a criação e o crescimento de empresas inovadoras no campo da economia verde e azul, bem como a criação de postos de trabalho, no sentido da melhoria da competitividade e do crescimento da economia das Regiões Ultraperiféricas.

Como consolidação das medidas de promoção de emprego aplicadas na Região, Paula Andrade destacou os últimos dados do emprego publicados pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), que voltam a realçar a tendência decrescente do desemprego na Região Autónoma dos Açores, com uma descida de 13,6% relativamente ao mês de abril do ano anterior.

Paula Andrade ainda referiu que “o número de novas inscrições para procura de primeiro e de novo emprego que deram entrada durante o mês de abril registou um decréscimo de -11,1%, em relação ao mês anterior”.

Assim, no final do mês de abril estavam inscritos nas Agências para a Qualificação e Emprego dos Açores, 7.422 desempregados à procura do primeiro e de novo emprego.

Durante o mês de abril, o rácio de colocação (postos de trabalho colocados sobre postos de trabalho que deram entrada independentemente da data da entrada) foi de 84%.

O GROW RUP é um projeto Interreg que reúne cinco Regiões Ultraperiféricas (Açores, Madeira, Canárias, Reunião e Martinica) e visa apoiar a criação e o crescimento de pequenas e médias empresas inovadoras no campo da economia verde e azul, com respetivo impacto na geração de postos de trabalho.

A 21 de junho, a proposta de plano de ação que resultar desta reunião vai ser discutida num encontro dos parceiros, que terá lugar nas Canárias.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário