Deputados do PSD/Açores querem equipamento social e de lazer na Casa da Balança

© PSD/A

O grupo parlamentar do PSD/Açores propôs esta sexta-feira, 29 de outubro, a reconversão do espaço designado por Casa da Balança, pertença da extinta açucareira Sinaga em Vila Franca do Campo, num equipamento social e de lazer.

Em comunicado, o PSD/Açores indica que, numa visita ao local, os parlamentares defenderam que o equipamento deve ter “múltiplas funções que sirvam a comunidade e preservem a sua identidade”.

O imóvel “deve passar a ser um espaço de usufruto público, com a devida adaptação para a criação de valências sociais”, disse a deputada Sabrina Furtado, citada na nota de imprensa.

“Pretendemos que o Governo Regional inicie conversações com a Câmara Municipal de Vila Franca do Campo e a Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca do Campo, para que, em parceria, se chegue a acordo para a reconversão da Casa da Balança”, explicou.

Para a social-democrata, deve criar-se “um equipamento que sirva a comunidade, preservando-se assim aquele importante património no concelho, pertença da Sinaga que, no âmbito do seu plano de recuperação, manifestou intenção de alienar a propriedade”.

Segundo o projeto de resolução que os social-democratas entregaram na Assembleia Legislativa dos Açores, a Casa da Balança “está classificada como Espaço Verde, sendo que deve servir como área de auxílio às populações em caso de calamidade sísmica”.

“A sua eventual alienação a particulares não se afigura como uma possibilidade concretizável, atendendo às condicionantes determinadas pelos documentos orientadores do município de Vila Franca do Campo”, esclareceu Sabrina Furtado.

A deputada defendeu que, “após a reconversão e correspondente manutenção, deve ser celebrado um acordo de cedência do edifício para valências sociais, como atividades de tempos livres (ATL), centro de dia para idosos ou centro de artesanato, avaliando-se a possibilidade de criação de um núcleo museológico do espólio aqui existente”.

Quanto ao jardim anexo, deve continuar “como espaço verde, sendo criado no local um parque infantil, que sirva tanto as valências sociais do edifício, como a própria comunidade de Vila Franca do Campo”, indicou.

De acordo com o PSD, a Casa da Balança “é um conjunto arquitetónico de inestimável valor social, paisagístico, cultural e urbano, cuja arquitetura industrial liga Vila Franca do Campo à história económica da ilha de São Miguel e ao ciclo agroindustrial de produção da beterraba”.

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário