“Cuidados de saúde primários devem ser a aposta dos novos enfermeiros da Região”

O Secretário Regional da Saúde desafiou esta sexta-feira, dia 23 de junho, os enfermeiros recém-licenciados a optarem por uma carreira aliada aos cuidados de saúde primários.

“Apesar de os resultados e os ganhos em saúde não serem imediatos, é aqui que reside a essência de uma mudança estratégica e sustentável. É nos cuidados de saúde primários que pretendemos investir” sustentou.

Rui Luís, que falava na entrega de diplomas aos alunos da Escola Superior de Saúde, recém-formados em enfermagem, afirmou que “é nesta área que os enfermeiros se apresentam com um forte grau de autonomia na tomada de decisão, o que lhes permite uma maior visibilidade pelos ganhos de saúde que podem garantir à população”.

Questionado pelos jornalistas, sobre a capacidade da Região absorver mais enfermeiros, Rui Luís assumiu que há carência destes profissionais, e lembrou o compromisso assumido com a Ordem dos Enfermeiros, de dentro de 4 a 5 anos dotar as unidades de saúde dos enfermeiros em falta.

Por outro lado, revelou que “este ano já foram abertas vagas no Hospital do Divino Espírito Santo e estamos a preparar também um concurso para a Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel.”

Segundo o executivo regional, apesar de o Serviço Regional de Saúde ser atualmente o principal empregador de recursos humanos formados na Escola Superior de Saúde dos Açores, o governante salientou que há um conjunto de outras Instituições que prestam serviço na comunidade, como as IPSS’s, com necessidade de mais enfermeiros.

À margem da cerimónia, o titular da pasta da saúde comentou as pretensões da Ordem de distinguir a carreira de enfermeiros especialistas.

No dia em que a Escola Superior de Saúde entregou, em Angra do Heroísmo, os diplomas de licenciados a 22 novos enfermeiros, o Secretário Regional realçou ainda que o investimento em formação pós-graduada em cuidados continuados, paliativos e de saúde mental, pode no futuro surgir como uma “janela de oportunidade” para essa instituição.

A este nível, a Secretaria Regional da Saúde, em parceria com a Universidade dos Açores, está a trabalhar na melhor forma de possibilitar a oferta formativa de uma Pós-Especialização em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia, área de carência atual no Serviço Regional de Saúde.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário