Cooperativa Vitivinícola do Pico com capacidade reforçada

Foto: DR

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas diz que o apoio financeiro atribuído à Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico (CVIP) para o reforço em 200 mil litros da capacidade de armazenamento de vinho foi decisivo para garantir, na próxima vindima, a receção da totalidade das uvas dos associados da cooperativa.

“O Governo dos Açores apoiou a cooperativa na aquisição de quatro cubas, com capacidade para 50 mil litros cada, com o intuito de reforçar a capacidade de armazenamento de vinho, num ano particularmente difícil para o setor, que provocou dificuldades no escoamento dos vinhos da anterior campanha”, referiu João Ponte.

O governante, que falava segunda-feira no final de uma reunião com a Direção da CVIP, destacou que o reforço da capacidade de armazenamento agora conseguido com a aquisição das cubas dará à instituição condições para que a próxima vindima decorra com toda a normalidade.

Na reunião, João Ponte destacou o papel estratégico que a cooperativa tem no setor vitivinícola da ilha do Pico e as suas responsabilidades sociais, tendo desafiado a CVIP a ajudar os produtores que não poderão entregar as uvas a outros operadores económicos com atividade no Pico.

A situação excecional que atravessamos, provocada pela pandemia, e o facto de alguns operadores já terem manifestado a sua indisponibilidade para receber a totalidade das uvas, justifica uma intervenção por parte da cooperativa, considerando João Ponte que “só seremos capazes de ultrapassar com sucesso os desafios que a pandemia nos colocou se cada uma das partes fizer tudo aquilo que está ao seu alcance”.

O Secretário Regional recordou que o Governo dos Açores já criou apoios extraordinários para o setor ao nível da destilação de emergência de vinho de cheiro em aguardente, da armazenagem de vinhos certificados e da comercialização de vinhos de mesa certificados.

DL/GaCS

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário