Comemoração dos 500 Anos das Romarias Quaresmais

As insígnias do Romeiro © EBI DE LAGOA

O Departamento de Línguas e Estudos Sociais da EB 2 Padre João José do Amaral, na cidade de Lagoa, em São Miguel, comemora os 500 anos das Romarias Quaresmais, no âmbito do Plano Anual de Atividades.

Estas Romarias constituem uma tradição micaelense, fruto da insularidade, das manifestações adversas da Natureza e da fé de um povo.

Crê-se que esta tradição remonta aos terramotos e erupções vulcânicas do séc. XVI, nomeadamente à Sublevação de Vila Franca do Campo, ocorrida em 1522. Acreditando que essas manifestações da Natureza seriam um castigo de Deus pelos pecados dos homens, as Romarias terão surgido como forma de pedir perdão e, desta forma, acalmar as forças da Natureza.

Mestre Carlos Vieira deu uma palestra na Biblioteca Escolar © EBI DE LAGOA

A comemoração teve início no dia 24 de março, na Biblioteca Escolar, com uma palestra proferida pelo Irmão Carlos Vieira, Mestre de Romeiros de Vila Franca do Campo, que abordou o tema numa verdadeira aula de História Regional, à qual assistiram as turmas B e C do 5º e 6º anos, respetivamente.

A comemoração continuou com uma exposição temática, no Pavilhão Central da EB 2 Padre João José do Amaral, que decorreu entre os dias 28 de março e 4 de abril. Apesar desta tradição se encontrar interrompida devido à pandemia, ela continua bem viva no coração do povo micaelense. A demonstrá-lo está a forma entusiasta como os alunos do 2º ciclo e as respetivas famílias se empenharam e contribuíram para a referida exposição, realizando trabalhos de pesquisa, cedendo fotografias, indumentária e as insígnias do Romeiro.

A atividade terminará com a visita de turmas do 5º Ano de Escolaridade, no mês de maio, à Casa do Romeiro, na freguesia de Santa Cruz.

Departamento de Línguas
e Estudos Sociais da EBI de Lagoa/ DL

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário