“Ciência Divertida” em todas as escolas do concelho de Ponta Delgada

FOTO DR

O programa “Ciência Divertida” arrancou esta segunda-feira, 12 de outubro, na Escola de São Vicente Ferreira, sendo que ao longo do presente ano letivo vai chegar a todos os alunos do 3.º e 4.º ano das escolas de Ponta Delgada, numa iniciativa da Câmara Municipal em parceria com o Centro de Actividades Educacionais, Tetrapi.

A Presidente do Município, Maria José Lemos Duarte, participou na sessão, onde destacou a importância desta iniciativa para a aproximação das crianças ao conhecimento e à ciência.

A missão da “Ciência Divertida” é despertar a curiosidade, criatividade e imaginação de crianças e jovens, através de atividades interativas, divertidas e educativas; estimular o interesse pelo método científico; aumentar a motivação das crianças; desenvolver atitudes e comportamentos saudáveis no seu dia-a-dia, e envolver o público juvenil na promoção de um desenvolvimento sustentável.

A “Ciência Divertida” é, pois, um grande passo no sentido de se caminhar para uma sociedade mais (in)formada e, inerentemente, mais capaz, sendo a Educação e a Educação para a Cidadania uma das grandes apostas da Autarquia, que investe neste programa pelo oitavo ano consecutivo e que já está a promover mais duas iniciativas do género, mas dedicadas a outras temáticas: “Bem-estar animal” e “Esquadrão Planeta”.

A edil, que se fez acompanhar pelo Vereador da Educação, Paulo Mendes, congratulou-se com a recetividade das escolas e dos alunos ao programa e enalteceu o trabalho desenvolvido pela Tetrapi.

O responsável pela Tetrapi João Correia, por seu turno, agradeceu à Câmara Municipal de Ponta Delgada a aposta no projeto, de extrema relevância para o processo de aprendizagem, e expressou uma enorme satisfação “por voltarem à escola”. Recordou que o projeto integra uma rede internacional de 19 países.

O Presidente do Conselho Executivo da Escola Básica Integrada de Capelas agradeceu a oportunidade que se constitui como uma mais-valia.

“Ciência Divertida” começou por se destinar aos alunos dos 2.º e 3.º anos de escolaridade do 1.º ciclo do ensino básico de todas as Escolas Básicas do concelho, abrangendo atualmente os do 3.º e 4.º anos, e tem como objetivo fazer as crianças entrarem em contacto com os ensinamentos científicos, ao nível experimental.

Neste programa, uma vez por semana, nas salas de aula são montados pequenos laboratórios, que exploram as diversas temáticas do estudo do meio, como o corpo humano, higiene, ambiente que nos rodeia, sustentabilidade, e as plantas.

DL/CMPD

Categorias: Educação

Deixe o seu comentário