Chef Rui Paula no Wine in Azores 2018

Rui Paula é natural do Porto, mas vem de uma família de raízes transmontanas. Tem pilares e valores familiares transmitidos desde pequeno, inspirado pelo brio e a peculiaridade da avó, é “debaixo das suas saias” que descobre o seu talento para cozinhar. Começou a sua curiosidade por tudo o que envolvia uma cozinha, e decidido a fazer disso o seu trabalho, abre o seu primeiro restaurante.

Em 16 anos, absorve tudo o que pode e aliado ao seu sentido criativo, expande-se na cozinha da sua autoria, que virá a tornar-se um marco em Armamar onde em pleno coração vinhateiro, com uma paisagem única sobre o Douro, em 2007 surge o sucesso estrondoso (Degustar, Ousar, Comunicar): DOC. Sem mostrar sinais de abrandar o seu entusiasmo, em 2010 surge o Palácio das Artes como o local que esperava para voltar ao Porto e dar o seu cunho à cidade com o restaurante: DOP (Degustar, Ousar no Porto), esgotado por meses, o restaurante conquista a cidade e o chef a admiração dos seus clientes com inovações na cozinha e novas ideias que o projetaram para outros convites e parcerias. Em Outubro de 2013 avança com um restaurante no Recife, situado no luxuoso Shopping Riomar, numa parceria com o empresário João Carlos Pais Mendonça, presidente e fundador do Grupo JCPM. Em 2011 aceita ser chef executivo pelo Hotel Vidago Palace, que tem conquistado a honrosa distinção de “Melhor Hotel de Luxo” pelos turistas da Trip Advisor no Traveller’s Choice desde 2013. Trabalho que termina em 2016 para dedicar-se na criatividade do seu sonho, a atribuída estrela Michelin no seu mais novo projeto a Casa de chá da Boa Nova.

Único investidor dos seus próprios projectos, escolhe-os com a intuição que sempre o guiou, isso e o seu núcleo familiar. Rui Paula conta agora com uma equipa de 70 colaboradores, muitos dos quais o acompanham há muitos anos, assegurando o duro processo diário das suas cozinhas. A escolha dos produtos é sujeita ao maior controlo e exigência. O primeiro critério de escolha é a qualidade, não a sua proveniência, dando referências aos produtos regionais amigos do ambiente e colhidos na sua época, respeitando os ciclos da natureza. Independentemente das combinações que se façam ou dos equipamentos que se utilizem, o importante é preservar o sabor genuíno do produto.

Rui Paula é assiduamente convidado como orador em diversas associações e Universidades Portuguesas com o objectivo de sensibilizar os mais jovens para a importância de preservar as raízes gastronómicas e a identidade portuguesa, destacando a riqueza de recursos que os chefs portugueses têm. É um entusiasta movido pela sua paixão, esforço de muito trabalho e, acima de tudo, capacidade empreendedora, ousadia para correr riscos, acreditar que o sucesso é possível, ser positivo. O seu percurso é o exemplo disso. Rui Paula fala ainda de motivação e liderança, factores indispensáveis para manter as equipas empenhadas, produtivas e empreendedoras. Ainda assim, a simplicidade e o sentido de humor são os traços mais evidentes da sua personalidade. Poderá vê-lo no programa MasterChef Portugal, onde é jurado desde da primeira edição.

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário