CCIPD antevê impacto significativo no turismo e na atividade económica com o futuro modelo de transporte aéreo

 SATA-Air-Açores-Avião-trem-aterragem

Sobre o futuro modelo de transporte aéreo, decorrente das novas obrigações de serviço público nas ligações entre os Açores e o continente, a direção da Câmara do Comércio e Indústria dos Açores (CCIA), congratulou-se com o novo desenho proposto, uma vez que salvaguarda um conjunto de aspetos fundamentais para a competitividade da economia regional e também a acessibilidade dos residentes.

Em comunicado, a CCIA refere que, na realidade, este modelo vem salvaguardar a liberalização dos mercados, que têm maiores condições de funcionarem em mercado livre, bem como separa o transporte de passageiros do transporte da carga, melhorando a circulação de mercadorias, para além de contemplar os reencaminhamentos para as gateways.

“No que refere à mobilidade dos residentes, este novo modelo revela-se também positivo, uma vez que garante passagens a preços controlados e a custos finais mais reduzidos do que os atuais”.

Ainda segundo a CCIA, a configuração deste modelo permite antever um impacto muito significativo no turismo e na atividade económica dos Açores em geral.

DL/CCIA

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário