Casa Tradicional na Lagoa já recebeu mais de mil visitantes neste semestre

Lagoa-Museus_Mercearia-Central

O núcleo museológico Mercearia Central – Casa Tradicional continua a assumir-se como referência turística do Concelho de Lagoa e, em particular, da Vila de Água de Pau principalmente no que diz respeito à divulgação do modo de ser de outrora, tradições e costumes que marcaram aquela freguesia.

Desde janeiro e até ao final do mês de junho, a Mercearia Central já recebeu um total de 1.125 visitantes, um número considerado muito positivo pelo executivo camarário e que mostra a aposta que a Câmara Municipal de Lagoa tem realizado a nível cultural.

O núcleo museológico Mercearia Central – Casa Tradicional, desde junho, adota o horário de verão, abrindo as suas portas, de terça a sexta-feira, das 9h30 às 12h30, e entre as 14h00 e as 17h30, bem como aos sábados das 14h00 às 17h30.

Os 1.125 visitantes que estiveram neste núcleo museológico são prova inequívoca da nova dinâmica que a Mercearia Central – Casa Tradicional tem dado à vila de Água de Pau, dinamizando-a não só em termos de afluxo de turistas, mas similarmente no que concerne à divulgação das tradições e histórias do concelho de Lagoa, em particular, sobre o comércio local daquela freguesia.

Paralelamente a isto, a Mercearia Central – Casa Tradicional assume-se como uma oportunidade para a divulgação de produtos regionais, em especial do concelho de Lagoa, como as suas peças de cerâmica e iguarias gastronómicas.

Numa nota de imprensa, hoje divulgada, a autarquia refere que fundamental para o sucesso deste núcleo museológico foram as parcerias feitas pela Câmara Municipal de Lagoa, nomeadamente com a empresa Nortravel e que veio permitir a inserção deste núcleo museológico em três dos circuitos turísticos previstos para a ilha de S. Miguel, durante o presente ano.

Das 1.125 visitas a este núcleo museológico, a grande maioria são pessoas oriundas da ilha de São Miguel, mas regista-se igualmente a visita de muitos portugueses continentais, bem como de emigrantes, sobretudo, do Canadá e das Bermudas, mas também de nacionalidade Alemã, Belga e Inglesa. Paralelamente, a Mercearia Central – Casa Tradicional tem acolhido igualmente a visita de diversos grupos escolares, nomeadamente, da Rede Valorizar, de jovens de campo de férias do cabouco, de CATL, bem como grupos de idosos.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário