“Casa das Caldeiras valoriza a oferta turística na Matriz”

© ACÁCIO MATEUS

O presidente da Junta de Freguesia da Ribeira Grande – Matriz, André Mendonça, marcou presença na cerimónia de inauguração da Casa das Caldeiras – Centro Interpretativo da Geotermia, espaço que nasceu da reabilitação de uma antiga moradia na zona das Caldeiras e que agora oferece informação sobre o local e a geotermia a quem o visite.

“O vale das Caldeiras é um lugar de excelência na freguesia da Ribeira Grande – Matriz. É procurado pela boa gastronomia que o restaurante aqui ao lado oferece, pela exuberante vegetação e pelas caldeiras que são um convite ao relaxamento nas águas termais quentes”, disse.

A Casa das Caldeiras, agora inaugurada, representa um investimento de 75 mil euros, cuja obra foi realizada através da celebração de um contrato interadministrativo entre a câmara e a junta de freguesia, espaço que vai “valorizar a oferta turística na Matriz e proporcionar mais informação a quem quiser melhor conhecer a geotermia no local”, acrescentou André Mendonça.

“Por ser um local muito visitado e ser um cartão-de-visita da nossa freguesia”, apontou o presidente, “urge melhor o acesso”, defendeu, lembrando que a “obra de requalificação da estrada de acesso às Caldeiras é uma obra há muito prometida e sucessivamente adiada”, dando nota que a junta de freguesia “já reivindicou junto do governo regional as melhorias que se impõem, pois, a estrada, no momento e estado atuais, não oferece condições de segurança, principalmente no inverno.”

Para além das melhorias no acesso às Caldeiras, André Mendonça avançou que a junta de freguesia a que preside está a “trabalhar numa solução que permita o estacionamento de autocarros, algo que à data não é possível de acontecer face à exiguidade de espaço existente para tal.”

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário