Capitania alerta para ondas de sete metros em Santa Cruz das Flores no sábado

“Existe ainda a possibilidade” de as condições adversas “se prolongarem para os dias seguintes”

A capitania do porto de Santa Cruz das Flores, nos Açores, alertou esta quinta-feira, 11 de novembro, para o “agravamento das condições do mar” no grupo Ocidental do arquipélago, que poderá provocar ondas de sete metros de altura no sábado.

Em comunicado de imprensa, aquela capitania “alerta para a possibilidade de agravamento das condições de mar nas ilhas do grupo Ocidental” dos Açores, formado pelas ilhas das Flores e do Corvo.

“A agitação marítima, de oeste, poderá atingir valores da ordem dos sete metros de altura significativa no dia 13 de novembro”, lê-se no comunicado.

A capitania de Santa Cruz das Flores salienta que “existe ainda a possibilidade” de as condições adversas “se prolongarem para os dias seguintes”.

“A comunidade marítima deve adotar medidas de prevenção e proteção, evitando as áreas de maior exposição à ondulação, verificando e reforçando a amarração, ou preferencialmente varando em lugar seguro as suas embarcações”, recomenda a capitania.

No comunicado, assinado pelo capitão-de-fragata João Mendes Cabeças, pede-se ainda à “população em geral” para não frequentar as zonas costeiras durante aquele período.

“Quando na proximidade da orla marítima, deverá manter-se uma atitude de permanente vigilância e ter sempre presente que, nestas condições extremas, o mar pode facilmente alcançar zonas aparentemente seguras”, conclui a nota enviada à imprensa.

Na previsão para desta quinta-feira, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) dá conta da aproximação de uma “nova superfície frontal fria com ondulações, o que condicionará o estado do tempo no grupo Ocidental” dos Açores.

Segundo o IPMA, a “referida superfície frontal fria com ondulações condicionará o estado do tempo em todo o arquipélago” na próxima sexta-feira e sábado.

Lusa/ DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário