Câmara de Ponta Delgada atribui 76.750 euros a agentes locais de Teatro, Música Coral, Música Popular e outras Associações Culturais e Académicas

A Câmara de Ponta Delgada, ao abrigo do Plano Municipal de Apoio Financeiro 2017, atribuiu, esta quinta-feira, dia 22 de junho, um apoio global de 76.750 euros a 61 associações culturais, grupos de teatro, música coral, música popular, outras associações culturais, associações académicas, filarmónicas e grupos de folclore do concelho.

Segundo uma nota enviada à nossa redação, os protocolos foram assinados entre o Presidente José Manuel Bolieiro e os agentes culturais.

A anteceder a assinatura dos protocolos, o Presidente da Câmara fez questão de salientar que a Autarquia tem plena perceção sobre a importância cultural que Ponta delgada tem, quer no correspondente à preservação das tradições, quer muitas outras que foram surgindo e que levam o nome da cidade pelo país e pelo mundo.

José Manuel Bolieiro disse, por outro lado, que os apoios à Cultura seguem o processo de sempre, mas “entendo que ganhamos ainda mais transparência com a criação de um regulamento próprio, para atender às diferenças e ao estímulo daqueles que passam a dar mais à Cultura de Ponta Delgada”.

Saliente-se que, aos 76.750 euros, acrescem múltiplos apoios de caráter logístico que são assegurados pelos serviços camarários às mais variadas entidades e eventos de interesse cultural (integrados e não integradas no Plano Financeiro de Apoio aos agentes culturais), ao longo de todo o ano e em todo o concelho.

No que respeita ao associativismo cultural, a verba atribuída é de 36.350 euros e visa apoiar os agentes locais de teatro, música coral, música popular, outras associações culturais e académicas.

Já os apoios com vista à dinamização dos grupos de teatro, ascendem a 4.750 euros. Verba que também se destina a apoiar as atividades e participação na agenda cultural de Ponta Delgada e, ainda, à melhoria das instalações e/ou aquisição de equipamentos.

Passando à música coral, o Município atribuiu uma verba global de 14,600 euros para apoio aos orfeões e associações musicais do concelho, nomeadamente na aquisição de equipamentos ou melhoria das instalações sociais das respetivas associações, e a participação no programa municipal de animação cultural. Neste ponto, estão incluídos os apoios complementares de 1.800 euros no âmbito do Projeto “Noites do Colégio” e de 1.530 euros no âmbito do Projeto “Sharing the music”, no Coliseu Micaelense.

Relativamente ao apoio à dinamização da música popular, a Autarquia consagrou uma verba global de 4.900 euros para apoio aos grupos de música tradicional em atividade no concelho de Ponta Delgada, destinado a aquisição de equipamentos e/ou melhoria de instalações, considerando igualmente a sua participação na agenda cultural do município.

Entretanto, a área de apoio à dinamização de outras atividades culturais no âmbito da partilha de iniciativas locais artísticas e literárias consagra ainda uma verba global de 9.900 euros para apoio a associações do concelho de Ponta Delgada, nomeadamente na melhoria das suas condições de trabalho e na colaboração no plano de atividades da agenda cultural anual do município. Aqui se inclui apoio complementar de 750 euros no âmbito do Concurso de Fotografia “Divino em Objetiva” sobre as Grandes Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada.

O Plano em apreço consagra, por outro lado, uma verba global de 2.200 euros, para apoio à aquisição de equipamentos inerentes à execução de atividades culturais, desenvolvidas pelas associações de estudantes dos estabelecimentos de ensino secundário sediados no concelho de Ponta Delgada e para as tunas da Universidade dos Açores, que organizam festivais próprios e, em paralelo, a participação na dinamização da agenda cultural do município.

Em termos de apoio às filarmónicas, a verba global é de 24.400 euros para apoio às bandas filarmónicas em atividade em Ponta Delgada, para aquisição de material e melhoria/reparação de instalações, e também na sua participação nas festividades das freguesias e na dinamização de projeção da sua filarmónica nas Noites de Verão e/ou Grandes Festas do Divino Espírito Santo.

Para os grupos folclóricos, a verba atribuída é de 16.000 euros para apoio aos grupos folclóricos em atividade no concelho, na aquisição e/ou reparação de instalações e equipamentos. Como contrapartida deste apoio, os grupos folclóricos assumem o compromisso de realizar duas atuações no âmbito do programa camarário de animação cultural, assim como a promover o festival respetivo que vêm realizando anualmente e cujo montante complementar é de de 1.000,00 para o festival nacional e de 1.500 euros para festival internacional).

DL/CMPD

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário