Câmara aumenta sessenta por cento a recolha de resíduos para reciclagem

caixote lixo açores Lagoa

A Câmara da Ribeira Grande implementou no passado dia 1 de junho um novo calendário de recolha de resíduos sólidos urbanos no concelho e os resultados no final do primeiro mês após as alterações introduzidas são muito positivos e animadores.

A alteração residiu na retirada de um dia de recolha de resíduos indiferenciados e na implementação de mais um dia de recolha seletiva porta a porta (mistura de papel e embalagens), bem como um novo tipo de recolha, nomeadamente a de resíduos verdes.

Embora esta esteja a decorrer somente nas freguesias com recolha noturna (Rabo de Peixe, Ribeira Seca, Conceição, Matriz e Ribeirinha), verificam-se resultados muito positivos pois só no mês de junho foram recolhidas 16,5 toneladas de verdes.

Em relação aos restantes resíduos, a recolha também tem sofrido um forte incremento, como se pode constatar pelos dados comparativos com o mês de junho de 2014. Assim, se em junho transato foram recolhidas 21,6 toneladas de mistura, em 2015 esse valor triplicou, atingindo as 61,6 toneladas.

Já a recolha de vidro aumentou de 18,6 para 21,9 toneladas, enquanto o primeiro mês de recolha de verdes registou 16,5 toneladas, o que dá um total de cem toneladas de resíduos recolhidos no primeiro semestre de 2015, mais sessenta por cento em comparação com o ano de 2014 durante o qual foram recolhidas 40,3 toneladas.

Estes números refletem o empenho que a Câmara da Ribeira Grande tem colocado na sensibilização da população para as mais-valias ambientais, contribuindo também para que a autarquia possa atingir a meta europeia do Programa 2020 que impõe que cinquenta por cento dos resíduos urbanos sejam encaminhados para reciclagem.

DL/CMRG

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário