Bolieiro garante revisão do estatuto do bombeiro

@ MIGUEL MACHADO

O presidente do governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, adiantou que, até outubro, e num “processo participativo”, avançará a discussão, em sede de conselho regional de bombeiros, do “futuro estatuto social do bombeiro dos Açores”, que reforce a valorização dos soldados da paz.

José Manuel Bolieiro falava na Povoação, na inauguração do novo quartel da associação humanitária dos bombeiros voluntários daquele concelho, investimento de 2,8 milhões de euros e garantia de “magníficas instalações” que representam uma melhoria significativa na capacidade operacional e no grau de prontidão destes bombeiros.

“É fundamental darmos passos de valorização e reconhecimento com os recursos, com o ponto de partida que temos, mas com a ousadia de, em progresso, fazer o melhor que puder ser feito por merecimento dos bombeiros dos Açores”, acrescentou o governante.

Na sua intervenção, o presidente do governo garantiu que a proposta de plano e orçamento para 2023 incluirá verbas para uma nova viatura para a Povoação – tal viatura será de pronto-socorro de meio urbano com valência de desencarceramento.

“Tarde é o que nunca chega”, declarou o governante sobre a inauguração do quartel, lembrando os vários adiamentos e previsões em planos e orçamentos passados que nunca responderam a “tão antiga ambição”.

A primeira pedra, lançada em março de 2020, surgiu em vésperas da pandemia de covid-19, o que trouxe dificuldades acrescidas, até porque foi na Povoação que surgiu o primeiro caso da doença na região e o concelho teve na ocasião uma cerca sanitária. O novo quartel é, portanto, “um sonho realizado”, e surge no ano do 42.º aniversário da associação humanitária dos bombeiros voluntários da Povoação, fundada em 15 de maio de 1980. A localização do novo quartel, virada para uma via regional periférica, irá permitir saídas rápidas e uma distribuição mais eficaz das viaturas de socorro.

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário