BE agenda debate de urgência sobre os problemas do sector das Pescas

O Bloco de Esquerda anunciou esta quinta-feira, dia 22 de junho, que vai suscitar a realização de um debate de urgência sobre os problemas do sector da pesca no próximo plenário. “A Pesca merece. Os nossos pescadores exigem. E esta casa não lhes pode voltar as costas”, justificou a deputada Zuraida Soares.

Segundo uma nota enviada à nossa redação, as dificuldades vividas pelos pescadores da Região, os seus baixos rendimentos, e a gestão sustentável dos recursos, são alguns dos assuntos que o BE vai levar ao parlamento.

A iniciativa do BE surge no seguimento do debate da petição sobre a situação da pesca que se realizou. Tendo em conta que o formato dos debates das petições impede a participação dos membros do governo, e limita cada bancada a apenas uma intervenção, o BE entende que é importante voltar a trazer o assunto ao parlamento.

No debate, a deputada Zuraida Soares não deixou de assinalar várias questões que exigem esclarecimentos por parte do Governo Regional, como a manifesta contradição entre o diretor regional das Pescas, que disse publicamente que “o defeso é essencial para garantir que algumas espécies se possam reproduzir. Não faz sentido apanhar peixe com ovos”, e o secretário regional do Mar Ciência e Tecnologia que, quase em simultâneo, afirmou que “do ponto de vista científico não se justifica a necessidade de paragem por questões de sustentabilidade e a época de desova não é muito relevante quando a população da espécie já é boa”.

O BE interroga-se também sobre porque é que a “reconhecida capacidade científica da Região nesta área não é accionada para demonstrar à comunidade europeia que os constrangimentos que nos impõem são abusivos”.

O Governo terá oportunidade para esclarecer estas e outras questões no plenário de julho.

DL/BE

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário