Balanço positivo do simulacro realizado na Freguesia da Ribeira Chã

O presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) fez um balanço muito positivo do Exercício de grande escala “d’Alagoa”, realizado ontem ao início da noite, realçando a “cooperação entre as várias entidades e a preocupação para com a segurança do evento”.

Carlos Neves, que falava esta tarde, dia 21 de junho, na reunião de balanço do exercício com as entidades envolvidas, destacou o “empenhamento operacional de todos os agentes de proteção civil envolvidos”, assim como o “espírito de missão com que participaram nesta ação”.

Segundo o executivo regional, o exercício d’Alagoa teve lugar na freguesia da Ribeira-chã, no concelho da Lagoa e o simulacro constou de um acidente rodoviário entre três viaturas, de onde resultaram cerca de 50 vítimas, envolvendo diversas áreas de intervenção, tais como, socorro e desencarceramento, busca e salvamento terrestre e marítimo e socorro a vítimas politraumatizadas.

Para o presidente do serviço, constatou-se, acima de tudo, “uma enorme preocupação para que tudo corresse da melhor forma durante o exercício”. Contudo, destacou que há sempre espaço para progressão e melhoria.

“Temos de continuar a melhorar, a ser eficientes, continuar a desenvolver as nossas capacidades, pois existe ainda muito espaço para progredirmos, para que se possa servir e socorrer ainda melhor a população”, disse ainda o responsável pela Proteção Civil dos Açores.

Os objetivos desta ação passaram por testar o sistema de notificações automáticas do SRPCBA e a Rede Integrada de Telecomunicações de Emergência, treinar os efetivos dos corpos de bombeiros da Ilha de São Miguel assim como treinar a resposta dos diferentes agentes de proteção civil em situações de acidente multivítimas.

Para além dos Corpos de Bombeiros da ilha de São Miguel, que estiveram presentes com cerca de 60 elementos, participaram também nesta ação a Guarda Nacional Republicana, Polícia de Segurança Pública, Autoridade Marítima, Polícia Marítima, a Direção Regional da Saúde, Direção Regional do Turismo, Direção Regional das Obras Públicas e Comunicações, Instituto de Segurança Social dos Açores e Serviços de Estrangeiros e Fronteiras.

Este exercício contou ainda com a colaboração da Câmara Municipal da Lagoa e respetivos serviço municipal, com os agrupamentos de escuteiros nº 1290 e 96, de Santa Cruz e do Rosário, respetivamente, assim como com a Associação Juvenil do Clube Operário Desportivo.

DL/Gacs

Categorias: Local

Deixe o seu comentário