Autarquia recusa acusações da JSD Lagoa

Na edição de 2017 das Festas do Espírito Santo, no Império de São Pedro, em Água de Pau, foram entregues 260 pensões, o mesmo número dos portadores do Cartão Lagoa + Saúde. Fonte da autarquia nega que tenham sido distribuídas pensões a um leque maior de pessoas e que tenham sido entregues cartões dias antes da realização das festas, como acusou a JSD Lagoa.

Numa reação ao Jornal Diário da Lagoa, a Presidente da Autarquia recorda que os cartões Lagoa+ Saúde, foram entregues no início do mês de maio, depois do regulamento ter sido aprovado em Assembleia Municipal no final do mês de abril. A autarca lamenta que venham querer, neste momento, fazer confusões, quando nada o justifique.

Estas são festas realizadas pelos funcionários da autarquia de Lagoa, mas que anualmente conta com a colaboração de vários voluntários, tal como aconteceu na edição deste ano, onde mais de duas dezenas de voluntários, externos à autarquia, se juntaram para que estas festividades tenham o “sucesso que está à vista de todos”. Neste âmbito, Cristina Calisto refuta igualmente as acusações da JSD, quando diz que o candidato do PS à Junta de Freguesia nas próximas eleições andou a distribuir pensões  como uma uma tentativa de o levar às pessoas por meio de uma festividade religiosa. Vais mais longe e deixa mesmo o desafio para que, nas próximas edições, os jovens social democratas de Água de Pau se juntem às festividades, como voluntários, para que as festividades continuem a crescer.

Assim sendo, a autarca diz lamentar que a JSD esteja mais preocupada em arranjar aspetos negativos numa festa que eleva a imagem e o nome de Água de Pau, em vez de se juntar a esse mesmo sucesso.

Por outro lado, a autarca diz estar de acordo com os jovens social democratas quando dizem que “é importante realizar uma campanha leal, justa e sem conflitos”. Por essa mesma razão, volta a desafiar a JSD e o próprio PSD, para que haja discussão de ideias em prol do desenvolvimento do concelho, até porque, segundo refere, “é assim que a câmara entende que deve ser este período”, adiantando ainda que fica a aguardar as ideias destes, que ainda não são conhecidas.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário