Atalhada Futebol Clube sagra-se campeão de São Miguel de futsal

 Atletas da equipa sénior garantem o título na última jornada do campeonato © CORTESIA AFC

A equipa sénior do Atalhada Futebol Clube (AFC) venceu por 10-4 o CD Santa Clara A no passado dia 28 de maio, no pavilhão da Escola Secundária de Lagoa, jogo que deu o título de campeão aos atletas da equipa sénior do clube lagoense. O feito permite à equipa de Pedro Botelho subir à 3ª Divisão Nacional de Futsal – Série Açores.

Os jogadores da Atalhada tinham mesmo de vencer para serem campeões, pois o segundo classificado, o Grupo Desportivo Casa do Povo do Livramento, ficou a apenas 2 pontos de distância.

Para o presidente do AFC o título “tem um significado muito especial, é o culminar de um ano desportivo cheio de muitas lutas, superações e o alcançar um sonho muito bonito, devolver ao futsal lagoense uma equipa campeã”. Em declarações ao DL, José Câmara explicou que o objetivo agora é “atingir a série Açores” e quem sabe para o ano “sonharmos mais alto, sonhar nunca fez mal a ninguém”, sintetiza.

O clube do lugar da Atalhada, na Lagoa, foi fundado a 31 de outubro de 2002 e no ano que celebra 20 anos, torna-se assim no novo campeão de São Miguel de futsal com 16 vitórias, apenas duas derrotas, perfazendo um total de 48 pontos, em 22 jornadas. Foram, no total, 116 golos marcados contra 45 sofridos.

Os lagoenses, orientados por Pedro Botelho, veem assim o seu palmarés aumentar. Botelho, antes de chegar ao Atalhada FC, em 2021, teve passagens pelo Clube Norte Crescente, onde ganhou a taça de São Miguel em juvenis na época 2017/2018, e uma breve passagem pelo Clube Desportivo Santa Clara, onde orientou a equipa sénior na Série Açores (época 2018/2019) tendo vencido o Torneio de Abertura da Associação de Futebol de Ponta Delgada. Foi também treinador do Grupo Desportivo da Casa do Povo do Livramento, onde assegurou a respetiva subida à segunda divisão.

Em declarações ao DL, o treinador diz que “foi uma vitória difícil e que deu muito trabalho”, salientando que só foi possível ser campeão porque “o grupo de trabalho foi fantástico, com jogadores jovens de muita qualidade… Na superação dos problemas pessoais de cada um, enquanto clube, superamo-nos” e “foi o melhor grupo de trabalho que treinei até hoje”, conclui Pedro Botelho.

A equipa da Atalhada FC já havia conquistado o campeonato de São Miguel em 2013/2014, tendo uma participação na segunda divisão da modalidade. Este ano volta assim a repetir a conquista do campeonato micaelense.

O pódio ficou decidido na última jornada do campeonato. Em segundo lugar ficou o Grupo Desportivo Casa do Povo do Livramento, com 46 pontos e 119 golos marcados, seguindo-se em terceiro lugar o Achada Futebol Clube com 42 pontos.

Clife Botelho

Artigo publicado na edição impressa de junho de 2022

Categorias: Desporto

Deixe o seu comentário