“As crianças de hoje têm o direito de beneficiar de uma infância feliz”

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lagoa (CPCJ) promoveu, esta quinta-feira, dia 1 de junho, uma sessão de promoção dos direitos das crianças, por forma a assinalar o Dia Mundial da Criança, que hoje se comemorou.

Falando na sessão de abertura do evento, recordou Vânia Cordeiro, presidente da CPCJ, que, no âmbito desta temática, a comissão desafiou as instituições do concelho a realizar vários vídeos sobre os “Bons Tratos na Infância”, sendo que os vídeos foram divulgados no decorrer desta sessão que contou com a participação de mais de trezentas crianças do concelho.

Natércia Gaspar do Conselho Diretivo do ISSA, destacou, por sua vez, o facto de assinalar esta data, até porque, se hoje as crianças têm o direito de beneficiar de uma infância feliz, amanhã têm todo o dever de assegurar que os direitos das crianças sejam uma realidade.

Uma expetativa que está depositada nos jovens de hoje e está nestas a capacidade de mudança de mentalidade e de dinâmica nestas áreas de respeito dos direitos humanos.

Por outro lado, Isabel Rodrigues, presidente do Comissariado dos Açores para a Infância, reforçou essa aposta na juventude de hoje para a felicidade da juventude do futuro.

“Neste momento a responsabilidade é a de dar ferramentas e ajudar ao desenvolvimento e crescimento, assente num conjunto e valores que permita aos jovens de hoje serem os cidadãos que venham a contribuir para o desenvolvimento da sociedade oque escolham para viver”, disse.

Segundo referiu, “amor, liberdade e educação” são valores que permitem essa mesma contribuição em prol dos bons tratos.

Isabel Rodrigues deixou ainda um desafio aos jovens presentes na sessão para que investiam na sua educação, dizendo que, o mais importante não é apenas o saber dos conteúdos escolares, mas é aceder ao conhecimento pelo prazer de o fazer e pela oportunidade que dará de fazer coisas que os deixarão felizes mas também deixará felizes os outros.

Por seu turno, a presidente da Câmara Municipal de Lagoa mostrou-se orgulhosa do grande número de crianças e jovens presentes na sessão. “Esta ideia, que poderia ter sido realizada num espaço mais pequeno, ganhou proporções que não estavam previstas e isso é importante saber, saber que todos estão interessados em falar dos bons tratos das crianças na infância”, referiu.

Cristina Calisto recordou ainda que este dia poderia ser comemorado de muitas maneiras, mas esta é sem dúvida a melhor forma de o comemorar, destacando o papel da CPCJ no empenho que deram a esta matéria e a todas as instituições que se abriram e aderiram ao projeto, fazendo que este tenha engradecido.

No âmbito das comemorações do Dia da Criança foram várias as intervenções, desde logo: atuação do Grupo de Dança “Ultimate Dance Crew”; a apresentação peças com o Turno de Teatro do 8º B da Escola Secundária de Lagoa sobre “Uma Família Diferente, Family Expressão Corporal”; “Da Violência à Felicidade” e “As Três Gerações”.

Foram apresentados igualmente os vídeos realizados por várias instituições que aderiram ao projeto, nomeadamente: Centro Social Nossa Senhora do Rosário – Creche “O Pardal” e Casa de Acolhimento; Santa Casa da Misericórdia de Santo António – CATL; Centro Sociocultural de São Pedro – CATL; Centro Social e Cultural da Atalhada – CAAPS e CATL; Escola Secundária de Lagoa – turma 9ºE; Casa do Povo de Água de Pau – CDJI Trevo; Câmara Municipal de Lagoa – CATL e Escola Básica e Integrada de Água de Pau.

Houve ainda um momento interativo com Helfimed e a apresentação do vídeo da CPCJ de Lagoa.
A CPCJ de Lagoa é uma entidade oficial não judiciaria, que visa promover os direitos das crianças e jovens deste concelho, com vista à promoção e proteção do seu bem-estar físico e/ou emocional, bem como a formação da sua personalidade. Trabalha em duas modalidades, restrita e alargada, promovendo para além do trabalho diário processual e de prevenção das situações de risco/perigo, desenvolvendo durante todo o ano campos de férias, ações de formação/sensibilização à comunidade em geral e sobretudo à comunidade escolar, encontros de trabalhos e formativos a nível regional e nacional, entre outros.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário