Casas dos Açores são parceiros para o desenvolvimento da Região

Vasco-Cordeiro-visita-EUA-Casas-dos-Açores-encontro-gacs-Jornal-Diario-lagoa-2014

O Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, afirmou, em Hilmar, na Califórnia, que as Casas dos Açores são importantes parceiros para o desenvolvimento da economia da Região, considerando que os desafios atuais exigem respostas que podem ser potenciadas por uma união de esforços entre as comunidades nos Açores e na Diáspora. 

Vasco Cordeiro, que falava na abertura da XVII Assembleia Geral do Conselho Mundial das Casas dos Açores, adiantou que para potenciar a participação e o contributo neste processo, o Presidente do Governo anunciou que o Executivo está a preparar um processo de formação específica sobre investimento e oportunidades de negócios nos Açores, dirigida a todos os interessados, especialmente aos elementos das Casas dos Açores.  

Na sua intervenção na sessão de abertura, em que estiveram presentes representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Legislativa Regional, o Presidente do Governo também propôs ao Conselho Mundial das Casas dos Açores a criação de “uma nova plataforma eletrónica de comunicação que agregue as informações e as atividades de cada uma das instituições, com ligações e fácil acesso a dados sobre os Açores de hoje, as suas potencialidades e mais-valias, constituindo mais uma forma de dar a conhecer o trabalho das Casas dos Açores e as oportunidades existentes na Região”. 

Para Vasco Cordeiro, “trata-se de juntar forças numa mesma plataforma”, disponibilizando ferramentas e um melhor acesso a informação com especial interesse para a Diáspora e para a projeção externa dos Açores. 

O Presidente do governo reafirmou a importância que a Parceria Transatlântica para o Comércio e Investimento, atualmente em negociação entre os EUA e a União Europeia, terá para aumentar as exportações de produtos açorianos para os EUA e incrementar o investimento externo na Região, apelando às Casas dos Açores para que sejam “defensores empenhados da Açorianidade, mas também promotores das potencialidades e do desenvolvimento” do arquipélago. 

Nesse sentido, manifestou o compromisso do Governo dos Açores em manter uma proximidade com as comunidades emigradas e uma parceria com as iniciativas que as suas instituições desenvolvem. 

No final da sessão de abertura da XVII Assembleia Geral do Conselho Mundial das Casas dos Açores, o Presidente do Governo assistiu ainda a uma mesa-redonda sobre ‘Desafios das Comunidades e das Casas dos Açores no Mundo’, onde os representantes das 13 instituições que integram aquele órgão debateram os seus desafios e problemas. 

O Conselho Mundial das Casas dos Açores integra as Casas dos Açores de Lisboa, do Norte e do Algarve, em Portugal continental, de Santa Catarina, S. Paulo, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, no Brasil, de Hilmar e Nova Inglaterra, nos EUA, do Ontário, Winnipeg e Quebec, no Canadá, e do Uruguai.

DL/GaCS

Categorias: Comunidades