Dia Internacional dos Museus assinalado nos Açores

Overview

Assinala-se na próxima segunda-feira, 18 maio, o Dia Internacional dos Museus. A data vai ser assinalada em várias ilhas dos Açores sob o tema “Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão”.

As comemorações arrancam esta sábado, 16 de maio, com uma iniciativa do Museu de Angra do Heroísmo, que promove a realização de uma vídeo reflexão, pelas 21h00, através da plataforma ZOOM, com a participação do embaixador Sampaio da Nóvoa, em representação da UNESCO, e de Aida Rechena, em representação da APOM – Associação Portuguesa de Museologia.

No Museu Carlos Machado, em Ponta Delgada, a data será assinalada através de uma apresentação em vídeo intitulada “Espaços, exposições e coleções”, que será apresentada segunda-feira na página de Facebook.

A 23 de maio, também no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Museus, será realizada, pelas 18h00, a conferência “Museus e Públicos – novos tempos, novas dinâmicas”, que decorrerá na plataforma ZOOM, acessível através de um link disponibilizado nas redes sociais do Museu Carlos Machado.

Por seu lado, o Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, na Ribeira Grande, promove segunda-feira, a Noite dos Museus, que inclui concertos de Cristóvam, King John, Romeu Bairos e Sara Cruz.

Os concertos serão transmitidos no Instagram do Arquipélago, a partir das 20h30, sendo que cada artista terá uma atuação de cerca de 30 minutos.

O Museu do Pico associa-se às comemorações propondo um olhar sobre as diversidades, numa revisitação de momentos que envolveram a comunidade, experiências significativas para pessoas de todas as origens, porque os museus são feitos de histórias, de memórias e de pessoas.

No Museu da Graciosa, a data será assinalada através da partilha e divulgação de fotografias de visitas comentadas de grupos efetuadas a esta instituição.

O Museu das Flores, no âmbito destas comemorações, vai disponibilizar no seu sítio na Internet uma exposição virtual de ‘scrimshaw’, que, em sentido restrito, significa a produção de objetos em osso mandibular, dentes de cachalote e barbas de baleia, por baleeiros da frota norte-americana, nos momentos de descanso durante as longas viagens de pesca.

Em São Jorge, o Museu Francisco de Lacerda inaugura a 18 de maio a exposição física “Os 100 Anos da Aviação Naval”, promovendo a divulgação dos seus conteúdos nas redes sociais.

Ainda no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Museus, a Rede de Museus e Coleções Visitáveis dos Açores apresenta uma exposição coletiva digital intitulada “A Água”.

Para assinalar este Dia Internacional cada um dos parceiros tinha preparado uma exposição própria, a apresentar no seu espaço de exposições temporárias e seguindo os seus critérios, mas partilhando um logótipo e catálogo únicos.

Perante as condicionantes da situação atual foi decidido transformar esta iniciativa numa exposição virtual e num catálogo digital, que estarão patentes a partir de segunda-feira em www.redemuseuscolecoesvisitaveisacores.pt, sendo as exposições físicas e o catálogo impresso transferidas para 2021.

DL/DRC

Categorias: Cultura