COVID-19 ALERTA/APELO

Overview

Foto: DL

O novo coronavírus, designado por Covid-19, é um vírus da família dos coronavírus que causam infeção que pode manifestar-se como algo semelhante a uma gripe comum ou como doença mais grave como uma pneumonia grave com insuficiência respiratória aguda, falência renal e de outros órgãos e eventual morte.
Os principais sintomas são a febre, tosse, dificuldade respiratória, falta de ar.
O que se sabe até à data de elaboração deste artigo é que a transmissão pode acontecer pelo ar, contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirros, tosse, catarro, contato pessoal próximo (toque, aperto de mão, beijo), contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com boca, nariz ou olhos.
Atendendo à situação de emergência de saúde pública classificada pela Organização Mundial de Saúde, como pandemia, a 12 de março, o Governo dos Açores em parceria com a Autoridades de Saúde da região, tomou um conjunto de medidas que visam a evicção da propagação deste vírus na região.
Assim recomenda-se o adiamento de deslocações, a qualquer título e de qualquer pessoa da Região para o exterior e do exterior para a Região, salvo as absolutamente necessárias e inadiáveis.
Aos passageiros que se deslocarem para a região será obrigatório responder a questionário da Direção Regional da Saúde que será entregue dentro do avião e entregue devidamente preenchido no momento de chegada.
No momento da entrega deste inquérito a Autoridade de Saúde decreta o isolamento profilático, com vigilância ativa, durante 14 dias após o desembarque nos Açores.
Se provierem de zonas consideradas como de transmissão comunitária ativa, e que não respeitem as recomendações só poderão entrar em território regional com a autorização expressa da Autoridade de Saúde da Região.
O incumprimento desta imposição é crime de desobediência e, como tal, sujeito à apresentação de queixa junto das autoridades judiciais.
O fato de ter sido tomada a decisão de fechar estabelecimentos de ensino, ginásios, estabelecimentos de diversão noturna e de se ter restringido a ocupação de restaurantes e de zonas comerciais tem como objetivo reduzir ao máximo possível a permanência de várias pessoas num local travando desde modo uma possível transmissão viral.

Mantenha a restrição social
Não procure um Hospital ou Unidade de Saúde
Ligue para a LINHA SAÚDE AÇORES – 808246024

Relembro as orientações gerais recomendadas:
– Evite contato próximo com pessoas que sofrem de infeções respiratórias agudas;
– Evite contato próximo com animais selvagens e animais doentes.
– Proceda à lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente, lavando-as com água e sabão;
– Adote medidas de etiqueta respiratória – tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o braço, nunca com as mãos);
– Evite tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
– Utilize lenços de papel;
– Deite o lenço de papel no lixo;
– Lave as mãos e logo de seguida higienize as mãos após tossir ou espirrar;
– Utilize máscara cirúrgica, se a sua condição clínica assim exigir;
– Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
– Mantenha os ambientes bem ventilados;
– Restrinja o contato social;
– Mantenha-se informado.

A Autoridade de Saúde Regional sublinha a necessidade de serem cumpridas todas as recomendações já tornadas públicas relativamente ao surto de Covid-19.
Apela-se a cada pessoa para que se proteja e proteja os demais.

Só com a colaboração de todos será possível travar /minimizar este problema de Saúde Pública.

Dr. João Martins de Sousa, Delegado de Saúde de Lagoa

(Artigo publicado na edição digital de abril de 2020)

Categorias: Saúde