Proteja-se do Frio

Foto: DR

A exposição a temperaturas baixas, pode causar efeitos negativos na saúde. Quando está frio o organismo sofre alterações que o deixam mais propenso a desenvolver determinados tipos de doenças, são exemplos a gripe e outras infeções respiratórias. O agravamento / descompensação de doenças crónicas particularmente do foro respiratório e cardíaco têm risco aumentado de ocorrer.
Existem pessoas que são mais vulneráveis aos efeitos do frio como: crianças nos primeiros anos de vida; pessoas com 65 ou mais anos ou com mobilidade reduzida; pessoas com doença crónica; pessoas que estão expostas ao frio devido à sua atividade profissional, pessoas isoladas ou com carência socioeconómica.
Aconselha-se as populações a tomarem medidas preventivas em relação aos malefícios provocados pelo frio. Assim recomenda-se que mantenham a pele hidratada, principalmente as mãos, pés e lábios e o corpo aquecido utilizando várias camadas de roupa. O vestuário não deverá ser apertado porque dificulta a circulação sanguínea, tenham especial atenção às extremidades do corpo protegendo-as com acessórios apropriados como luvas, gorro, meias quentes, cachecol, entre outros. Utilize calçado confortável e adequado às condições do tempo.
Em relação à alimentação recomenda-se que façam refeições mais frequentes preferindo sopas e bebidas quentes, como leite ou chá, que aumentem o consumo de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais e antioxidantes como frutas e legumes.
Atenção: evitem bebidas alcoólicas, estas dão uma falsa sensação de calor, provocam desidratação e arrefecimento corporal agravando a situação.
Em casa é importante manter a temperatura entre os 18ºC e os 21ºC, se tiver dificuldades em aquecer a casa opte por aquecer a sala ou outra divisão onde permaneça mais tempo e o quarto antes de ir dormir.
Ao utilizar lareiras, braseiras, salamandras ou equipamentos de aquecimento a gás tenha atenção à correta ventilação das divisões. O monóxido de carbono pode causar a morte!
Evite dormir ou descansar muito perto da fonte de calor. Tenha o cuidado de desligar os aquecimentos antes de dormir ou de sair de casa, assim previne a ocorrência de incêndios ou intoxicações.
Para além das recomendações gerais as pessoas pertencentes a grupos vulneráveis devem tomar as medidas especificas relacionadas com a sua condição.
Para mais informações dirija-se ao seu Centro de Saúde ou ao site da Direção Geral da Saúde.

Dr. João Martins de Sousa

Delegado de Saúde de Lagoa

(Artigo de opinião publicado na edição impressa de janeiro de 2020)

 

Categorias: Opinião

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*