Casas dos Açores devem ser valorizadas e dinamizadas, afirma Diretor Regional das Comunidades

O Diretor Regional das Comunidades considerou, no Brasil, que a existência das Casas dos Açores no mundo “deve ser valorizada e dinamizada”, salientando que constituem “uma afirmação do Povo Açoriano”.

Paulo Teves falava no 20.º aniversário da Casa dos Açores de Santa Catarina, que decorreu no Engenho dos Andrades, em Santo António de Lisboa, na capital do Estado, Florianópolis.

Para o Diretor Regional, “esta instituição açoriana tem contribuído para a congregação de milhares de açor descendentes que, após mais de 270 anos da chegada dos primeiros Açorianos, mantêm viva a Açorianidade através de inúmeras manifestações que caraterizam a identidade que nos distingue e nos une”.

Na sessão, que contou com a presença de mais de 120 pessoas e onde foram homenageados os vários presidentes da Casa dos Açores de Santa Catarina e instituições que têm apoiado, o Diretor Regional reiterou que o “Governo dos Açores está e estará sempre cooperante junto das organizações comunitárias que promovam a integração e dignificação do nosso povo espalhado pelo mundo e na concretização de iniciativas que valorizem a nossa presença nas mais diversas áreas”.

Fundada em 1999, a Casa dos Açores de Santa Catarina tem tido presença destacada em diversos eventos neste Estado brasileiro com a realização de iniciativas sociais e culturais, no sentido de valorizar a herança cultural açoriana e promover as manifestações de raiz açoriana.

Em 2018, conjuntamente com as outras três Casas dos Açores no Brasil, foi agraciada com a Insígnia Autonómica de Mérito Cívico.

Ainda no mesmo dia, Paulo Teves visitou as comunidades açorianas de Laguna e Imbituba, onde constatou o trabalho desenvolvido pelos municípios e organizações na manutenção das manifestações açorianas.

Na visita a Laguna, em que foi acompanhado pelo Vice-Prefeito, foi destacado o projeto de resgate da cultura açoriana nas escolas municipais, que envolve diversos aspetos que influenciaram culturalmente a região junto dos alunos do ensino infantil e fundamental, professores e gestores escolares.

Já em Imbituba, acompanhado pelo Prefeito, visitou a Casa Açoriana na freguesia Sant’Anna de Villa Nova, inaugurada em julho de 2018, reunindo ainda com diversas organizações que promovem a preservação da identidade açoriana naquela região, desde a gastronomia à dança, passando pela literatura, música e artesanato.

DL/Gacs

Categorias: Comunidades