Diretor Regional das Comunidades destaca importância dos Arquivos Ferreira Mendes para a preservação da história do Povo Açoriano

O Diretor Regional das Comunidades, que participou nas comemorações do 10.º aniversário dos Arquivos Ferreira Mendes, da Universidade de Massachusetts, em Dartmouth, salientou que esta instituição “tem contribuído para um maior conhecimento da presença portuguesa nos EUA, onde uma grande maioria é oriunda dos Açores”, o que constitui “um motivo de orgulho no legado deixado por milhares de emigrantes”, mas também “um importante instrumento de valorização dos percursos emigratórios dos Açorianos”.

Os Arquivos Ferreira-Mendes (Ferreira-Mendes Portuguese-American Archives), com o nome de um pioneiro da rádio e da imprensa escrita em língua portuguesa, Affonso Gil Mendes Ferreira, emigrante português que chegou a Massachusetts em 1920, albergam uma das maiores coleções de material histórico que documenta a experiência dos imigrantes portugueses e seus descendentes nos Estados Unidos da América.

As atuais instalações, inauguradas em setembro de 2009, contaram com o apoio do Governo dos Açores e do Estado de Massachusetts, bem como de inúmeros privados, disponibilizando documentos de indivíduos e organizações luso-americanas, nomeadamente registos genealógicos, jornais, livros, gravações, fotografias de família, álbuns de recortes, registos comerciais e correspondência, que documentam a história social, ilustrando a experiência coletiva da imigração e vida nos EUA.

Paulo Teves recordou que, ao longo dos anos, os Arquivos Ferreira Mendes têm colaborado com o Governo dos Açores em diversas iniciativas, considerando que é um espaço fundamental para o estudo e partilha de informações relativas à história do Povo Açoriano e à preservação da identidade açoriana no mundo.

O Diretor Regional considerou, por isso, que esta instituição, pelo trabalho que tem desenvolvido e pelo espólio que possui, em que se inclui uma grande coleção do Diário de Notícias, jornal diário publicado em New Bedford de 1919 a 1973, será “um importante parceiro” na realização no próximo ano, nos Açores, do Encontro Internacional de Genealogia Açoriana.

DL/Gacs

Categorias: Comunidades, Cultura

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*