Vílson Ponte Gomes apresenta candidatura à liderança da JS/Açores

No âmbito do XIV Congresso Regional da Juventude Socialista dos Açores, Vílson Ponte Gomes apresentou a sua candidatura à liderança da JS/A, bem como algumas linhas orientadoras da Moção Global de Estratégia que será apresentada aos militantes e que serão a base para os próximos dois anos.

Sob o lema ‘Por Ti e Contigo’, este projeto político tem na sua matriz a preocupação de que se encontrem causas comuns que unam os jovens dos Açores, através de uma agenda política audaz, ambiciosa e ativa, que responda aos desafios da vida de um jovem.

Nesse sentido, e na Moção Global de Estratégia agora apresentada foram definidos seis desafios estratégicos prioritários para o futuro, assumindo como grande bandeira o reforço da Emancipação Jovem. Reivindicaremos “mais emprego estável e justamente remunerado, lutando contra a precaridade, e exigindo mais habitação em condições dignas e acessíveis”, afirmou Vílson Ponte Gomes, acrescentando ainda o reforço e aposta na qualificação dos jovens, como questão central para o desenvolvimento da Região.

Num tempo de emergência climática, questões relacionadas com o Ambiente e Desenvolvimento Sustentável não podem ficar à margem, sendo por isso imperioso “lutar por uma economia verde e sustentável, que aposte na energia como fator sustentável”. De igual forma, há que continuar a contribuir para o bem-estar animal e para a profunda mudança de prioridades sociais que este obriga.

Ao nível das Desigualdades que ainda subsistem, “o combate deve começar pela mobilização centrada na mudança de mentalidades e na defesa intransigente de um Estado Social forte que garanta a igualdade de oportunidades e a proteção social dos cidadãos”, afirmou.

Assume ainda o compromisso do Aprofundamento da Democracia, desenvolvendo, através da sua ação, “um amplo debate sobre a questão do valor da participação política e, desde logo, sobre a abstenção”. Nesse sentido, apresenta-se como quinto desafio a liderança nos combates políticos dos próximos tempos, através de uma maior capacidade de mobilização e de propositura política. “Estamos empenhados na construção de propostas e medidas que melhorem a vida da juventude açoriana”, referiu Vílson Ponte Gomes.

Por fim, e ao nível dos próprios desafios internos, a organização, comunicação e proximidade assumem-se como pilares estruturais.

DL/JS-A

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*