Governo Regional reforça investimento na sanidade, bem-estar animal, formação e apoio ao investimento em 2020

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou que no próximo ano será reforçado o investimento público previsto no Plano em áreas como a sanidade animal, o bem-estar animal, a formação e o apoio ao investimento, com o objetivo de melhorar o desempenho das explorações agrícolas e o rendimento dos agricultores.

“Depois de nos últimos anos terem sido feitos importantes investimentos de modernização das infraestruturas agrícolas, como foi o caso da rede regional de abate, e de terem sido alocados meios, em 2019, para ajudar os agricultores a ultrapassar os efeitos da seca, no Plano para 2020 verifica-se uma clara aposta em áreas estratégicas que contribuem para o desenvolvimento do setor, para ajudar os produtores a reduzir custos de produção e para reforçar a competitividade das explorações”, referiu João Ponte.

Nesse sentido, destacou, por exemplo, o aumento proposto para a componente regional nos investimentos nas explorações agrícolas promovidos pelos agricultores, no âmbito do programa PRORURAL+, pelo efeito reprodutivo e de aumento da eficiência do setor que tem associado, bem como para dar resposta a novos programas destinados a apoiar pequenos projetos de inovação, como o I9AGRI e o PROAGRI.

O Secretário Regional falava, no Nordeste, à margem de uma visita à exploração de um jovem agricultor na área da bovinicultura de leite, com um projeto de primeira instalação apoiado no âmbito do programa PRORURAL+.

João Ponte adiantou que, só no atual Quadro Comunitário de Apoio, já foram aprovados 230 projetos de primeira instalação de jovens agricultores, com apoios públicos superiores a nove milhões de euros, o que demonstra bem o interesse que os jovens têm pelo setor.

Se atendermos aos investimentos feitos em matéria de modernização das explorações agrícolas, já foram aprovados quase 900 projetos, que representam 114 milhões de euros de investimento.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*