Matadouros dos Açores pretendem habilitação para exportação de carne de bovino para Hong Kong

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas revelou que os matadouros dos Açores vão integrar a missão técnica de habilitação de estabelecimentos em Portugal, com vista à exportação de carne de bovino para Hong Kong.

O governante açoriano frisou que o setor da carne tem registado uma relevância económica crescente nos Açores em consequência dos investimentos estratégicos que têm vindo a ser feitos, quer pelos agricultores, como é o caso da melhoria genética dos animais, quer ainda pelos investimentos públicos na modernização da rede regional de abate.

Por outro lado, João Ponte destacou a certificação dos matadouros pela norma da qualidade e da segurança alimentar (ISO 22.000), bem como a certificação pela grande distribuição, constituindo mais valias importantes que permitem potenciar a entrada da carne dos Açores em novos mercados e, por esta via, aumentar a valorização da produção.

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas reafirmou como exemplo do bom desempenho da produção de carne de bovino o facto de, entre 2015 e 2018, a expedição de carcaças para fora da Região ter crescido 33,4%, acrescentando que a exportação de carne de bovino já representa mais de 60% da produção total.

Estes indicadores, segundo o titular da pasta da Agricultura, confirmam o dinamismo do mercado da carne de bovino e traduzem-se em mais rendimento e mais desenvolvimento económico, e na rentabilização do investimento público realizado na modernização da rede regional de abate.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*