“A Avó veio trabalhar” vai estar no Caloura Blues para mostrar o que sabe fazer

A primeira aparição pública da “Avó Veio Trabalhar” irá ocorrer, no Festival Caloura Blues, na Baixa d’ Areia, na Vila de Água de Pau, nos dias 26 e 27 de julho, entre o período das 19h00 e 22h00, antes do inicio dos espetáculos musicais, onde 19 avós mostrarão a sua fibra e os produtos resultantes dos primeiros três meses de trabalho, e onde estarão expostos para venda, podendo os interessados aprender e criar com as avós. Além disso, vão aproveitar para celebrar o Dia Mundial dos Avós, que se festeja a 26 de julho, no primeiro dia do festival, já que “old is the new young!”.

A Avó veio trabalhar é um espaço criativo de cocriação artesanal para pessoas com mais de 65 anos. Teve início, em 2014, com 12 avós e, em 2018, conta com mais de 70 pessoas. A iniciativa usa o design e os lavores domésticos para empoderar e aumentar o poder de intervenção comunitária dos participantes. Em 2015, a Time Out Lisboa, atribuiu o prémio “Melhor Ideia do Ano”, em 2016 a iniciativa recebeu um prémio da Bienal Ibérico-Americana de Design e, em 2018, esteve presente na Dutch Design Week.

O projeto faz produtos costumizados, desenvolve coleções de “homedecor”, dinamiza workshops, ações de team building, visitas guiadas para turistas e experiências de turismo criativo. As Avós participam em festivais de música, de arte e de cultura, viajam pelo país e estrangeiro. Já receberam a visita do Presidente da República e trabalham com diferentes marcas. Têm mais de 18 mil seguidores no Facebook e quase 10 mil no Instagram.

A vinda a São Miguel aconteceu este ano, com a vontade de replicar esta experiência noutros territórios nacionais. O desafio surge por parte do CRAA – Centro Regional de Apoio ao Artesanato e da Câmara Municipal de Lagoa e, atualmente, a equipa conta com a participação de 19 pessoas.

DL/CML

Categorias: Cultura, Lagoa, Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*