Recolhidos 1425 quilos de têxteis

No âmbito das medidas de redução de resíduos e respetiva reutilização, a MUSAMI adquiriu e disponibilizou à Solidaried’arte – Associação de Integração pela Arte e Cultura contentores de recolha de vestuário e calçado, tratando-se, assim, podemos ler em nota de imprensa, de uma medida inserida na primeira prioridade da economia circular e concretamente numa área em que a reciclagem não tem encontrado resposta em Portugal: os têxteis e calçado.

A mesma nota de imprensa, a que tivemos acesso, adianta que desde a implementação de contentores específicos nos concelhos de Ribeira Grande e Vila Franca do Campo, foram recolhidos 1425 quilos de vestuário e calçado de abril até julho. Este é o primeiro balanço da iniciativa em curso que se estenderá a outros concelhos, revela.

A recolha do contentor da Ribeira Grande ascende a 1040 quilos, enquanto em Vila  Franca do Campo atinge os 385 quilos, o correspondente a uma média semanal de 80  quilos e 55 quilos respetivamente.

A medida insere-se no contexto da hierarquia da gestão de resíduos que norteia a  missão da MUSAMI. Esta foi mais uma forma encontrada no encalço da redução da  quantidade de resíduos em aterro sanitário, podemos, ainda, ler.

DL/MUSAMI

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*